Produção de petróleo em abril cresceu 4,6% em relação a março, diz ANP

A produção de petróleo no Brasil aumentou 4,6% em abril na comparação com março de 2021. No mesmo período, também houve crescimento de 4,2% na produção de gás natural. Os dados foram divulgados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo) nesta 3ª feira (1º.jun.2021), no Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural. Eis a íntegra (3,5 MB).

A produção no mês foi de:

  • 2,974 MMbbl/d (milhões de barris por dia) de petróleo;
  • 131 MMm³/d (milhões de metros cúbicos por dia) de gás natural.

O total foi de 3,801 MMboe/d (milhões de barris de óleo equivalente por dia). Na comparação com abril de 2020, o aumento foi de 0,5% na produção do óleo e de 6% na produção do gás.

Série com a produção de petróleo e gás natural, desde abril de 2020Reprodução/ANP

O pré-sal foi responsável por 72,7% da produção dos combustíveis no país. Os 122 poços produziram 2,177 MMbbl/d de petróleo e 92,2 MMm3/d de gás natural. Foi registrado aumento de 3,8% em relação a março de 2021 e de 6,3% em relação a abril de 2020.

Segundo a ANP, o aproveitamento do gás natural em abril foi de 97,8%. Ficou disponível para o mercado 53,5 MMm³/dia, e a queima do gás foi de 2,8 MMm³/d, –redução de 9% se comparado ao mês anterior e um aumento de 6% se comparado ao mesmo mês em 2020.

A maior parte do petróleo e do gás natural vem dos campos marítimos. Em abril, foram responsáveis por 97,% e 86,4% da produção nacional, respectivamente. Do total, os campos operados pela Petrobras respondem por 94,1%.

Leia alguns destaques da produção dos combustíveis:

Em abril, o campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 900 Mbbl/d de petróleo e 41,6 MMm3/d de gás natural.

A plataforma Petrobras 77, produzindo no campo de Búzios por meio de 5 poços a ela interligados, produziu 154.125 bbl/d de petróleo e foi a instalação com maior produção de petróleo.

A instalação Polo Arara, produzindo nos campos de Arara Azul, Carapaúna, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 32 poços a ela interligados, produziu 7,094 MMm³/d e foi a instalação com maior produção de gás natural.

Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres: 1.023.

Tupi, na Bacia de Santos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores: 56.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: