Premiê britânico adia afrouxamento de medidas contra covid-19

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, adiou os planos de suspensão das restrições de prevenção da covid-19 no Reino Unido. Ele alertou que a variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, é mais infecciosa e requer cautela.

Johnson tinha a expectativa de suspender a maioria das restrições em 21 de junho. Na data, pubs, restaurantes, clubes noturnos e outros estabelecimentos estavam previstos para funcionar totalmente.

No entanto, a reabertura foi adiada em 1 mês. Agora, a previsão é que as medidas possam ser afrouxadas em 19 de julho. “Acho que é sensato esperar um pouquinho mais”, disse Boris Johnson em entrevista coletiva.

Segundo ele, o tempo adicional será usado para acelerar o programa de vacinação. Prometeu que a situação será reavaliada em 28 de junho.

Até a 2ª feira (14.jun.2021), o Reino Unido registrava 7.742 casos novos e 3 mortes pela doença.

VARIANTE DELTA

O ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, afirmou ao Sky News em 6 de junho que a variante Delta do Sars-Cov-2 é até 40% mais contagiosa.

Segundo as autoridades britânicas, a variante registra o maior número de infecções registradas. A comprovação veio depois do rastreamento epidemiológico.


Esta reportagem foi produzida com informações da Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: