Prefeitura interdita três estabelecimentos, aplica 17 multas e remove 141 veículos em ações contra a Covid

A Prefeitura do Rio interditou três estabelecimentos, aplicou 17 multas (a maioria por aglomeração) e removeu 141 veículos por estacionamento irregular neste sábado (23/01), em ações integradas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) contra a Covid-19. Desde a noite de sexta-feira (22/01), já foram seis interdições e 30 infrações sanitárias em diversos bairros. Os agentes também atuam na fiscalização e orientação do comércio ambulante. Somente no sábado, foram apreendidos mais de 600 itens irregulares, como bebidas em garrafas de vidro, óculos de sol supostamente falsificados, e botijões de gás. Na manhã deste domingo (24/01), as equipes iniciaram as ações por vias de Copacabana, na Zona Sul, incluindo a área de lazer da Avenida Atlântica; e Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Ao longo do dia irão percorrer diversos pontos da cidade.

Sábado – Entre os estabelecimentos interditados neste sábado está o bar e restaurante Eireli, na Rua Haroldo Cavalcanti, no Recreio, que foi autuado por aglomeração por volta do meio-dia, e interditado, por volta das 17h, por reincidência no descumprimento das medidas preventivas contra a pandemia. No local, os agentes constataram diversas irregularidades: preparo de churrasco ao ar livre (na ocasião, o estabelecimento foi orientado e voltou a utilizar a churrasqueira), som alto, pessoas sem máscaras e consumindo bebidas em pé (fora das mesas). Os outros dois estabelecimentos interditados foram durante as ações noturnas: um em Bangu por aglomeração, e o outro em Rocha Miranda, sem licença.

Na orla da Zona Oeste, o quiosque Pesqueiro, na Praia da Reserva, foi autuado por aglomeração, e o quiosque Família RJ, no Recreio, por falta de uso de máscara.

Roteiro – Entre a noite de sábado e madrugada deste domingo, a força-tarefa da Seop percorreu pontos de Bangu, Padre Miguel (Ponto Chic), Honório Gurgel, Rocha Miranda e Madureira. Já durante o dia, equipes fiscalizaram quiosques, barraqueiros e ambulantes nas praias do Arpoador, Ipanema, Reserva (Barra da Tijuca) e Recreio dos Bandeirantes, além de bares e restaurantes dessas regiões. Um bar na Gávea, na Zona Sul, também foi vistoriado após denúncia de aglomeração.

Já a fiscalização do estacionamento aconteceu do Leme ao Grumari, com emprego de 28 equipes de guardas municipais e reboques, com o apoio de quatro policiais militares (dois na Praia da Reserva e dois na Praia do Grumari). No parque Prainha-Grumari, o esquema montado pela Seop inibiu os motoristas infratores, sendo removidos apenas dois veículos por estacionamento irregular.

Órgãos envolvidos – Com planejamento da Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop, as operações contaram com efetivos do Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa) e de órgãos vinculados à própria secretaria: Guarda Municipal, Defesa Civil e coordenadorias de Licenciamento e Fiscalização (CLF), Controle Urbano (CCU) e Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer); além Secretaria Municipal de Assistência Social, Comlurb e Polícia Militar.

Balanço geral – Em pouco mais de semana, os comboios integrados pela Seop para fiscalizar as medidas de proteção à vida já passaram por 34 bairros, resultando em 202 inspeções em estabelecimentos, 87 infrações sanitárias e 16 interdições. Entre as interdições, oito foram em eventos clandestinos em casas de festas, que teriam um público total estimado de mais de 4,5 mil participantes, e uma em parque de diversão, em Bangu, na tarde da sexta-feira, 22.

Bairros – Desde o início da operação, no dia 15, as equipes da Prefeitura já estiveram em áreas comerciais de 34 bairros: Méier, Tijuca, Vila Isabel, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo, Bangu, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Lapa, Ilha do Governador, Lagoa, Largo do Machado, Aterro do Flamengo (área de lazer), Vila da Penha, Vista Alegre, Gávea, Marechal Hermes, Urca, São Cristóvão, Campo Grande, Barra de Guaratiba, Guaratiba, Catete, Laranjeiras, Glória, Freguesia de Jacarepaguá, Vila Kennedy, Brás de Pina, Honório Gurgel, Rocha Miranda, Madureira e Padre Miguel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: