Prefeitura do Rio retoma este ano programa que garante 14º salário a servidores

Em suspenso desde 2017, o acordo de resultados será retomado este ano pela Prefeitura do Rio. Criado na primeira gestão Paes, o programa prevê pagamento de bônus a servidores que cumprirem metas pré-estabelecidas. O governo define agora o formato, mas a ideia é que, inicialmente, o benefício seja para áreas específicas — com foco na recuperação do caixa da cidade.

Ainda em março, o secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo Carvalho, afirmou à coluna que o programa seria voltado somente “para as áreas responsáveis por arrecadações expressivas e com potencial para resultados acima do previsto na LOA 2021”. E citou como exemplos a Procuradoria (dívida ativa), urbanismo (arrecadação urbanística) e Fazenda (somente a área de receita).

“Neste ano, o bônus não será para toda a secretaria. E só valerão acordos e pagamento de bônus para receitas bem acima da LOA”, afirmou.

REUNIÃO PARA DESENHAR MODELO

Na última quinta-feira, Pedro Paulo Carvalho discutiu o assunto em reunião com o prefeito Eduardo Paes (DEM), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, e a equipe da sua secretaria.

Ele apontou o restabelecimento do programa de metas como uma das medidas que ajudarão a reverter o atual quadro das finanças cariocas. “A situação fiscal caótica do Rio é conhecida de todos nós e, dentre todas as medidas que estamos tomando para combater (esse cenário), uma delas é a volta do acordo de resultados”, declarou o titular da Fazenda.

“Essa é uma bonificação que os servidores recebiam pelo cumprimento de metas e é o nosso plano que esteja de volta ainda em 2021”, garantiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: