fbpx

Prefeitura do Rio lança programação do Mês da Consciência Negra, com mais de 70 atividades

Novembro Negro Rio 2021 compreenderá lançamento de Edital de Fomento à Cultura Negra e homenagens no BRT, entre outras ações

A Coordenadoria Executiva de Promoção da Igualdade Racial (CEPIR), órgão da Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública, lançou, nesta quarta-feira (03), a programação do Novembro Negro Rio 2021. Com mais de 70 atividades, é a primeira vez que a cidade tem um mês inteiro de ações voltadas à questão racial, por meio de uma parceria da CEPIR com as secretarias municipais de Conservação, Cultura, Saúde, e Educação, as secretarias especiais de Juventude Carioca e de Políticas e Promoção da Mulher, a Coordenadoria Executiva da Diversidade Religiosa, a Fundação Planetário e o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro (Comdedine).

A abertura da agenda aconteceu em uma cerimônia no Museu do Amanhã, no Centro, onde foram apresentados os objetivos, programação e entregas do mês. O evento abriu com discursos do coordenador executivo de Promoção da Igualdade Racial, Jorge Freire, e dos secretários municipais de Cultura, Marcus Faustini, de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, e da secretária especial de Políticas e Promoção da Mulher, Joyce Trindade. 

“O Novembro Negro é uma ação pensada a partir de um propósito firmado ainda no início da gestão, de construir estratégias e planos para a construção de uma cidade antirracista. Todas as atividades têm o horizonte desse pacto pelo combate ao racismo, ao preconceito e à intolerância religiosa, unindo cultura, arte, entretenimento e debate. Queremos que o Rio, a segunda cidade mais preta do Brasil, seja o farol nacional das políticas de combate ao racismo”, afirmou Freire.

Em seguida, foi realizado o painel “Prefeitura Antirracista”, que discutiu a importância do calendário do Novembro Negro Rio 21. A mesa foi composta pelo Coordenador Jorge Freire, a Secretária Joyce Trindade, a Presidente do Comdedine Rio, Fátima Malaquias, e as representantes das secretarias municipais de Cultura, Sinara Rubia, de Educação, Joana Oscar, e de Juventude, Gabriela Sampaio. O evento foi encerrado com uma apresentação do grupo musical Alabê Ketujazz.

O Secretário Municipal de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, ressaltou o compromisso da Prefeitura com a promoção da igualdade racial, lembrando que as ações antirracistas fazem parte do planejamento do município para os próximos quatro anos:

“O tema do antirracismo é presente nos trabalhos da Prefeitura desde o dia 1° de Janeiro, e está materializado em diversas iniciativas. A Coordenadoria da Igualdade Racial está presente no coração da Prefeitura, e, pela primeira vez, participou da construção do Plano Estratégico do município, documento que tem caráter basilar para os trabalhos do poder público. Quando colocamos as ações antirracistas dentro desse planejamento, nós atribuímos metas, parâmetros e concretude a elas, e reforçamos nosso compromisso com esta pauta, que vai muito além do mês de novembro”.

O dia de abertura do Novembro Negro Rio 2021 se encerrou com uma missa afro realizada na Igreja do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos. Localizado na Rua Uruguaiana, 77, no Centro, o templo existe desde 1725, e reabriu ao público em agosto deste ano, após quase três anos fechado para reformas.

Ao longo do mês, também estão previstas ações culturais, como homenagens a personalidades negras nas estações de BRT e VLT, e o lançamento de iniciativas como o edital Territórios Antirracistas para a Promoção da Igualdade Racial, que irá fomentar práticas, projetos e atividades relacionados à cultura negra, por meio da CEPIR. A programação completa pode ser conferida no site https://novembronegro.prefeitura.rio/.

Veja alguns destaques:

Homenagens

Ainda na primeira semana de novembro, a CEPIR realiza uma cerimônia em homenagem ao fotógrafo Januário Garcia, fundador do Instituto de Pesquisa das Culturas Negras (IPCN), morto pela Covid-19 em junho deste ano. Realizado em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro (Comdedine-Rio), o evento acontece na Câmara Municipal, no dia 04, a partir das 18h30.

O dia 9 marca o lançamento do projeto Coletivos Negros, ação da CEPIR que homenageará personalidades negras brasileiras nas estações de BRT e VLT por meio de cartazes que contam a história de figuras emblemáticas como a antropóloga Lélia Gonzalez, o dramaturgo Abdias do Nascimento e a ialorixá Mãe Menininha do Gantois, entre outras. O lançamento acontece na estação do BRT de Vaz Lobo, às 11 horas.

Circuito Histórico e Arqueológico da Herança Africana

Iniciativa do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN) em parceria com a Prefeitura, o Circuito da Herança Africana conduzirá visitas guiadas gratuitas pela região da Pequena África, na Zona Portuária do Rio, passando por seis pontos que remetem à vida dos africanos e seus descendentes. Neste mês, o passeio acontece todos os sábados. As inscrições podem ser feitas no link http://pretosnovos.com.br/educativo/circuito-de-heranca-africana.

Samba

Na semana do dia 15, a Igreja do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos promoverá rodas de conversa diárias com a temática “Negro no samba”, em parceria com a CEPIR. As inscrições abrirão em breve, e poderão ser feitas pelo site https://novembronegro.prefeitura.rio/.

Dia Nacional da Umbanda

No dia 16, haverá uma cerimônia em homenagem ao Dia Nacional da Umbanda (celebrado em 15 de novembro). A religião é patrimônio cultural imaterial do Rio. O evento acontece no Museu de Arte do Rio, às 10 horas. Em seguida, às 12 horas, haverá a inauguração da Praça Marco Zero da Umbanda, localizada na Av. Alfredo Agache, na Orla Prefeito Luiz Paulo Conde, no Centro. A ação é uma parceria entre a CEPIR e a Coordenadoria Executiva de Diversidade Religiosa do Município.

Dia da Consciência Negra

A programação do Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, começa às 6 da manhã, com um evento realizado pelo Conselho Estadual de Direitos do Negro (CEDINE) em parceria com o Governo do Rio, a CEPIR e o COMDEDINE. Haverá homenagens e atividades culturais e recreativas junto ao busto de Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas, no Centro. Ao longo do dia, outros órgãos da Prefeitura também realizam atividades culturais e educativas.

Edital Territórios Antirracistas e Catálogo de Promoção da Igualdade Racial

Na quarta-feira, 24, em cerimônia no Museu de Arte do Rio, a CEPIR lança o Edital Territórios Antirracistas para a Promoção de Políticas de Igualdade Racial e o Catálogo de Promoção da Igualdade Racial. O edital irá fomentar ações locais relacionadas à Cultura Negra. Já o Catálogo é resultado de um levantamento da CEPIR de iniciativas e projetos cariocas que trabalham com a questão racial, e consistirá em um e-book disponibilizado gratuitamente.

Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

Já no dia 29, às 11 horas, a CEPIR e o Comdedine-Rio lançam a agenda da V COMPIR — Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial, que acontecerá em 2022. Realizado no Centro Administrativo São Sebastião, na Cidade Nova, o evento anunciará a programação da V COMPIR, que terá pré-conferências temáticas e territoriais, visando à construção do Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial. No dia seguinte, acontece a cerimônia de encerramento do Novembro Negro 2021, às 15 horas, na Cidade das Artes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: