20 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Prefeitura do Rio assina com a Embratur parceria para monitorar dados do turismo carioca

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Chicão Bulhões, assinaram, nesta quinta-feira (08/02), uma parceria da Prefeitura do Rio com a Embratur para implementar um monitoramento de dados em estatísticas do turismo carioca. A assinatura do documento ocorreu durante o evento “Turismo que Transforma”, no Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim, e contou com a presença dos ministros do Turismo, Celso Sabino, e de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, do presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, e do presidente da RIOgaleão, Alexandre Monteiro, além de representantes do setor de turismo.

– A gente tem muito orgulho de sempre começar esses projetos pelo Rio e aqui pelo Galeão, que graças ao Governo Federal voltou a ter grande relevância. É muito importante para a economia esse trabalho que a Embratur pode fazer no exterior para trazer mais turistas para o Brasil. A gente precisa investir no turismo e acreditar nisso como motor de desenvolvimento da nossa economia, para a geração de emprego e atração de riquezas – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

A parceria é inédita e visa a construir a primeira iniciativa baseada nas orientações da ONU Turismo (antiga OMT) para o Monitoramento da Sustentabilidade do Turismo, que servirá como base futura para outras cidades turísticas no Brasil que passarão a contribuir com a Embratur na geração de inteligência.

– Quem visitou o Galeão há alguns meses sabe que aqui estava quase um deserto e hoje é um aeroporto pujante, com comércio funcionando, com passageiro embarcando e desembarcando. Isso mostra o trabalho conjunto e, sobretudo, a sensibilidade do Governo federal de trabalhar em parceria com os municípios e os governos estaduais. Além disso, a ONU Turismo apontou o Brasil como a 14ª nação do mundo que possui o maior crescimento econômico no turismo, a primeira da América do Sul – ressaltou o ministro do Turismo, Celso Sabino. Ele anunciou que o Salão Nacional de Turismo de 2024 será realizado na cidade do Rio de Janeiro, na primeira semana de agosto, numa parceria do Governo Federal com a Prefeitura do Rio.

O evento foi realizado pela Embratur para comemorar o recorde histórico de receitas do turismo internacional, que injetou R$ 34,5 bilhões na economia brasileira em 2023, e incluiu a assinatura de acordos para ampliar a malha aérea internacional da cidade.

– O recorde anterior era de 2014, o ano da Copa do Mundo, quando recebemos muitos turistas internacionais e tivemos uma arrecadação de US$ 6,8 bilhões. Em 2023, sem Copa do Mundo, a gente bateu US$ 6,9 bi. Isso é geração de emprego e de renda, com o Galeão lotado e a porta de entrada do Brasil sendo o Rio de Janeiro. Há uma perspectiva, em 2024, de um crescimento ainda maior no turismo – disse o presidente da Embratur, Marcelo Freixo.

A Prefeitura do Rio foi escolhida para esta iniciativa pela experiência em elaborar estudos sobre eventos para turismo de lazer e negócios, como as publicações “Carnaval de Dados”, “Réveillon em Dados” e “Impactos econômicos do Web Summit Rio”, que ajudam a nortear políticas públicas municipais. Além disso, a cidade vem contribuindo para o desenvolvimento do setor de turismo, com iniciativas como os estudos sobre a malha aérea carioca, que resultaram na recuperação do Aeroporto do Galeão, e o Fundo de Fomento – em parceria com o governo do Estado e a RIOgaleão – ao setor aéreo do Rio, o primeiro do tipo no país, que vai destinar até R$ 270 milhões em companhias aéreas internacionais para fomentar o destino Rio fora do país.

– O município assinou esta parceria com a Embratur, justamente, para trazer dados para esse monitoramento do impacto econômico que essa atividade turística tem para o Rio de Janeiro, como a geração de emprego e renda. E a gente faz isso aqui no Aeroporto do Galeão, que é um simbolismo dessa recuperação, dessa luta que a cidade do Rio liderou de organizar os aeroportos do Rio, para que a gente pudesse ter uma retomada desse equipamento que é o Galeão, fundamental para a nossa economia e principal porta de entrada dos turistas, principalmente os estrangeiros – destacou o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Chicão Bulhões.

 

Recuperação do Galeão e impacto econômico do Rio

As mudanças no setor aeroportuário carioca, uma vitória da cidade e do estado do Rio, já resultaram em aumento do número de voos no aeroporto internacional. Segundo a RIOgaleão, só no período de festas (entre Natal e Réveillon) do ano passado, houve aumento de 85% no movimento de passageiros em relação a 2022. De acordo com o estudo sobre a recuperação do Galeão, em 10 anos haverá um impacto de R$ 50,6 bilhões e vai gerar 684 mil empregos para o Estado do Rio.

– Neste ano a expectativa é de mais de 14 milhões de passageiros no Galeão. Eu tenho muita confiança de que, nos próximos três anos, o aeroporto vai superar mais de 25 milhões de passageiros, para fortalecer a economia do turismo do Rio. Porque a cada quatro turistas que chegam ao Brasil um emprego é gerado – disse o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho.

Além disso, companhias aéreas nacionais e internacionais ampliaram suas operações no Galeão, reativando ou criando novas rotas diretas para cidades da Europa e dos Estados Unidos. American Airlines, ITA Arways, Avianca, Gol Linhas Aéreas, Latam Airlines, Azul Linhas Aéreas, Delta, Lufthansa, Iberia e Emirates já aumentaram ou vão aumentar suas operações no primeiro semestre. A Emirates, pela primeira vez, criou o programa stopover para a cidade do Rio de Janeiro, permitindo que passageiros que vão para outro destino possam ficar de um a cinco dias no Rio, sem custo tarifário adicional.

– Para 2024, estamos prevendo 4,5 milhões de passageiros internacionais no Galeão, um crescimento de 26% comparado ao ano passado, superando os anos da pandemia de covid-19 em quase 5%. Já temos uma nova rota confirmada, Rio-Dallas, fruto da parceria com a Prefeitura. E em janeiro, superamos em 5% o número de passageiros internacionais que estavam previstos – comemorou o presidente da RIOgaleão, Alexandre Monteiro.

Festa para turistas chilenos

O evento “Turismo que Transforma” começou no Aeroporto de Santiago, no Chile, num voo que trouxe chilenos para o Carnaval carioca. No desembarque no Galeão, os turistas puderam acompanhar uma apresentação da escola de samba Mangueira. O objetivo é agradecer aos turistas que ajudaram o Brasil a bater esse recorde.

A brasileira Luciana dos Santos Novaes, de 30 anos, desembarcou no Galeão cheia de expectativas. A modelo e influencer digital mora há 2 anos em Buenos Aires, capital da Argentina. Ela veio ao Brasil para visitar os pais em Anápolis (GO). Depois, pretende ainda aproveitar o fim do carnaval no Rio de Janeiro:

– Gosto muito desse calor humano, o Rio de Janeiro não tem igual. Na Argentina, inclusive, eles falam muito do Rio. A gente veio num voo cheio de argentinos. Eles estão muito animados para o carnaval porque amam o Brasil e o Rio Janeiro. Eu também quero aproveitar esse momento, que eu sei que é único.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *