Prefeitura de Resende retoma aulas no dia 8 de fevereiro com Ensino Híbrido

A Prefeitura de Resende já definiu o formato adotado para a volta às aulas no próximo dia 8 de fevereiro. Além das medidas sanitárias determinadas com antecedência, a gestão municipal seguirá o estabelecido por uma comissão multidisciplinar composta pela Secretaria de Estado de Saúde, pelas Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social e Direitos Humanos, pelo Educar e pelo Conselho Municipal de Educação. Com isso, a Rede Municipal de Educação terá o retorno das aulas presencias com 30% do efetivo, adotando um sistema híbrido, que mistura as aulas presenciais com o complemento de atividades online.  

De acordo com a secretária Municipal de Educação, Rosa Frech, a prioridade para as aulas presenciais será dada aos alunos que estão nos últimos anos escolares oferecidos por cada unidade. Estes alunos cumprirão uma carga horária presencial de duas horas e 40 minutos e terão um complemento de forma online com uma carga horária estabelecida pelo Ministério da Educação. Neste processo, algumas unidades escolares adotarão um sistema de rodízio, visando atender com as devidas medidas sanitárias as turmas com aulas presenciais. Vale lembrar que os responsáveis terão que assinar uma autorização para que o aluno tenha aulas presenciais. 

Pensando nos alunos que não possuem internet em casa, a gestão municipal preparou duas alternativas: na primeira possibilidade, os alunos sem internet terão um horário alternativo para usufruir da internet e computador da escola mediante agendamento. A outra possibilidade é que a escola entregue o material impresso ao aluno.    

– Além dos alunos, dois agentes serão fundamentais nesse processo de aprendizado: primeiramente, os familiares serão um pilar importantíssimo para apoiar os alunos em um trabalho de parceria com a escola. E também os professores, que fazem a engrenagem girar e continuarão sendo a maior base dos alunos, os principais auxiliadores e a quem os alunos irão recorrer nos momentos de dúvidas e dificuldades. A escolha do modelo adotado foi feita com muita cautela e pensando no melhor para os alunos, uma alternativa mais segura possível e efetiva com recursos lúdicos e desafiadores. Lembrando também, que a Prefeitura antecipadamente preparou uma série de cuidados sanitários para esse retorno parcial das aulas presenciais – destacou o prefeito Diogo Balieiro Diniz.  

Durante os dias 3, 4 e 5 de fevereiro, os professores da Rede Municipal de Educação e os responsáveis pelos alunos, que serão avisados pela escola, se reunirão para tratar do retorno das atividades escolares, que acontece no dia 8.  

Medidas Sanitárias  

Antes de definir o modelo de ensino, a Prefeitura de Resende iniciou uma série de medidas sanitárias para promover um ambiente o mais seguro possível para os alunos. Entre as medidas previstas, a gestão municipal vai garantir o uso de máscara e todos os demais itens de higiene para todos os alunos; estabelecer horários de entrada e saída dos alunos considerando a higienização adequada dos ambientes no intervalo entre os turnos; aferir a temperatura dos alunos e profissionais de Educação na entrada da escola; obedecer aos critérios de distanciamento entre os alunos, com, no mínimo, 1,5 metro.   

Na organização espacial da escola, as unidades farão uma marcação de lugares nos refeitórios com horários adequados para evitar a formação de aglomerações. Também serão demarcadas as rotas no interior da escola para que os alunos sigam em distanciamento entre si. Haverá painéis de aviso espalhados pelas escolas com informação sobre a Covid-19, utilizando material de fácil higienização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: