Prefeitura de Porto Real faz Reunião com líderes religiosos do município

O prefeito de Porto Real, Alexandre Serfiotis, junto ao vice, Rafael de Carvalho e uma comissão formada por representantes das Secretarias de Ordem Pública, Saúde e o setor de Fiscalização, realizou na manhã desta sexta, 16, uma reunião com diversos líderes religiosos do município. O objetivo, foi abordar formas de como alinhar as ações do poder público e dos centros religiosos, criando assim estratégias para combater o avanço da Covid-19.

A reunião foi aberta pela superintendente de Saúde, Juliana Azevedo da Silva, e pela diretora de Atenção Básica, Cleonice da Silva, que fizeram uma apresentação dos dados e ações da Saúde durante a pandemia. Durante a apresentação foi explicado o número acentuado em relação as notificações, que acontece devido aos testes realizados através da Central de Triagem. “Na unidade acoplada ao Hospital é realizado a testagem, triagem, consulta, exame de sangue, e se preciso, os demais atendimentos como internação”, explicou Juliana.

Já Cleonice destacou os planos e metas de ações para conter a Covid, com o trabalho das Secretarias na fiscalização e esforço contínuo para a vacinação (drive-thru e força-tarefa). “É primordial o suporte e a consonância entre poder público e os líderes religiosos para atuar nesse combate. Isso nos ajuda nas vistorias pela saúde com a Guarda Civil Municipal”, disse a coordenadora, que finalizou sua fala fazendo um convite aos lideres religiosos. “Nos realizamos na sede da SMS um encontro para estabelecer as nossas metas semanais e os líderes estão convidados para participarem ou enviarem representantes”, finalizou.

Depois a palavra foi passada para o secretário de Ordem Pública, Jorge Porto, que também reforçou o trabalho conjunto entre diversas Secretarias para a conscientização da população. “Temos intensificado a as vistorias aos fins de semana, e também, no meio da semana para atender pedidos da população. Mas é sempre importante alinhar essas medidas do município junto aos líderes religiosos, pois estes reforçam junto aos fiéis a necessidade de adequação ao momento que vivemos, onde a precaução é uma das melhores medidas”, disse Jorge.

Em seguida os Lideres Religiosos levantaram suas questões. Um dos pastores presente relatou sua experiência pessoal com a Covid-19, afim de contribuir para o atendimento na Central de Triagem. Outro pastor pediu novos ajustes para evitar aglomerações até mesmo dentro das igrejas e também mais intensificação nas fiscalizações no comércio. Por fim, todos os lideres se puseram a disposição para acatar e divulgar os protocolos, e também, cobram dos fiéis e dos líderes a utilização dos equipamentos de proteção. “Somos educadores do dia-a-dia. Proporcionamos uma mudança na vida das pessoas, fazendo com que elas alcancem uma conscientização maior através das ações divinas”, disse um dos lideres.

Para finalizar o prefeito e o vice destacaram a organização das igrejas em seguir os decretos e protocolos do município “Não há por parte de nós governantes a vontade de fazer um ‘lockdown’, porém isso passa por todos, inclusive os centros religiosos. Essa sensibilidade das igrejas tem ajudado a conter o avanço da pandemia, mas ainda devemos continuar lutando, pois as igrejas são os locais mais seguros, tanto pelo segmento dos protocolos, quanto pelo amparo religioso, que traz esperança aos fies”, enfatizou Alexandre Serfiotis.

Já Rafael falou de algumas medidas que serão realizadas pelo Governo nos próximos meses. “Através da abertura do processo seletivo preencheremos o quadro de funcionários das USF para melhorar o atendimento. Também planejamos preconizar o atendimento aos moradores, evitando assim complicações maiores nos casos positivos de Covid. Também iremos organizar futuras reuniões com comércio e academias, para termos a mesma percepção sobre as medidas e necessidades que eles apresentam”, concluiu o vice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: