fbpx

Prefeitura de Niterói lança 2ª etapa da Operação Verão a partir do dia 1 de novembro

A Prefeitura de Niterói inicia, na próxima segunda-feira (1º de novembro), a 2ª etapa da Operação Verão, que já acontece em 12 praias da cidade, desde o início de outubro. A ação de ordenamento é coordenada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e acontece nos fins de semana e feriados até março de 2022. Nessa nova fase haverá o reforço do patrulhamento e das ações de trânsito na região oceânica e áreas de acesso.  

O prefeito de Niterói, Axel Grael, esteve nesta sexta-feira (29), na entrega de motos da Nittrans que eram utilizadas pelo Programa Niterói Presente e passarão a dar suporte às operações da Subsecretaria de Transporte e Trânsito.

“Estamos reforçando a estrutura para dar respaldo à atuação dos nossos agentes para que tenhamos uma eficiência ainda maior na gestão do trânsito, desde as operações especiais até a rotina de gerenciamento do trânsito de Niterói, principalmente com a Operação Verão. Este é um conjunto de medidas que adapta o uso de equipamentos para continuar atendendo à população de Niterói”, explica o prefeito.

O secretário de Ordem Pública, Coronel Paulo Henrique, fez um diagnóstico e ressaltou que a Operação Verão precisa de mais recursos e é isso que a prefeitura tem feito.

“Hoje a Nittrans entregou mais alguns equipamentos aos agentes de fiscalização de trânsito. Há uma semana, fizemos a mesma coisa com a Guarda Municipal. Há um plano de investimentos para que a gente melhore a qualidade do trabalho executado por este agente para prestar um serviço para população de forma mais rápida e eficiente. O trânsito acaba afetando a vida de todos, por isso ele requer uma atenção especial”, destacou o secretário.

O secretário destacou ainda que a Operação Verão foi lançada antecipadamente para que houvesse um processo de maturação e adaptação. “Esse ano temos a novidade de Piratininga ter menos vagas ao longo do calçadão devido a obra da ciclovia e isso muda a dinâmica do bairro. Então, assim que terminamos a operação que era voltada à Covid, com manutenção da praia com horário reduzido, emendamos com a Operação Verão, progredindo nas medidas adotadas para dar um atendimento de mais qualidade e mais conforto para o cidadão niteroiense”, reforçou o coronel Paulo Henrique.

“Este ano teremos um verão mais concorrido, considerando que passamos até então por um longo período de restrições em razão da pandemia. Estamos nos preparando ainda melhor para atender às novas demandas de trânsito e isso passa por esta parceria entre NitTrans, Secretaria de Mobilidade e Urbanismo e Secretaria de Ordem Pública. A Prefeitura de Niterói atua em coordenação para que a operação de trânsito aconteça de forma integrada”, explicou o presidente da Nittrans, Gilson Souza.

O subsecretário de Trânsito e Transportes, Murillo Moreira Junior, contou que a SSTT vai reforçar com seus agentes de trânsito e fiscais de transporte, com a chegada das motos e outros veículos que já foram cedidos para o subsecretaria, a fiscalização das irregularidades que acontecerem com a reabertura das praias, de forma a contribuir com os outros órgãos da prefeitura.

A Operação Verão conta também com efetivos da NitTrans, Neltur, Secretaria Municipal de Meio Ambiente Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), Companhia de Limpeza de Niterói (Clin), Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), as Administrações Regionais de Icaraí, Região Oceânica, de São Francisco, Charitas, Superintendência de Terminais e Estacionamentos de Niterói (Suten), Defesa Civil, além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Ciclovia – Com o crescimento da malha viária e dos adeptos pela bicicleta como meio de transporte, o secretário de Mobilidade e Urbanismo, Renato Barandier, destacou que a entrega dessas motos é importante para iniciar uma fiscalização mais intensiva com foco também nas ciclovias da cidade. “Essa é uma questão que tem gerado muita demanda da sociedade. A reivindicação é, sobretudo, em relação a fiscalização de estacionamento irregular e motos transitando nas ciclovias. As motos vão ajudar a combater esse tipo de irregularidade e esperamos que, em breve, esse reforço consiga dar resultados”, disse Barandier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: