Prefeitura de Niterói abre agendamento via aplicativo de celular para segunda dose da vacina contra Covid-19

A Prefeitura de Niterói disponibilizou o agendamento da vacina contra a Covid-19 também para quem vai tomar a segunda dose do imunizante. No final de junho, o agendamento da primeira dose foi liberado para os 10 pontos de vacinação do município. O calendário de imunização de julho segue em dois dias por idade, chegando até o fim deste mês na população a partir de 28 anos. A meta é chegar ao final de agosto com todos os adultos vacinados com a primeira dose.

Para receber a vacina, é necessário estar na idade correta do calendário e procurar a unidade de saúde levando documento de identidade, CPF e comprovante de residência. A imunização pode ser agendada por meio do aplicativo Colab, disponível gratuitamente na Play Store (Android) e App Store (iOS). Também é possível agendar a vacinação pelo site www.niteroi.rj.gov.br/agendamentovacina. Basta seguir o passo a passo no cadastro.

O aplicativo, método mais prático que evita aglomerações e agiliza o andamento da imunização, já tem 50 mil pessoas cadastradas. Só para este mês, são 26 mil agendamentos. Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito de Niterói, Axel Grael, pediu aos niteroienses que façam o agendamento para receber a primeira e a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Veja o cronograma de vacinação da segunda dose - Prefeitura de Curitiba

“O agendamento da vacinação através do Colab é eficiente, muito simples e acelera demais o processo. O niteroiense chega ao local de vacinação e em poucos minutos é atendido. Isso ajuda a Prefeitura de Niterói a se organizar e a população pode tomar a sua dose com muito mais rapidez. Não deixe de agendar a sua data”, pontuou.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, lembrou que é fundamental que todos tomem as duas doses da vacina para ampliar a imunização da população. Ele também destacou os benefícios de agendar a vacinação.

“A estratégia de agendamento da vacinação está funcionando muito bem. A pessoa que agenda consegue tomar a sua dose em questão de minutos, porque não precisa pegar fila e sabe a hora que será atendida. Estamos liberando, agora, o agendamento da segunda dose para que esse fluxo seja cada vez mais eficiente. Não deixe de tomar as suas doses de forma agendada, programada e com conforto”, aconselhou.

Calendário de pagamento – Durante a transmissão ao vivo, a secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, falou sobre o calendário dos benefícios pagos pela Prefeitura de Niterói para o mês de julho. No dia 10 foi iniciado o cronograma de pagamento para as famílias inscritas no CadÚnico. No sábado, receberam as pessoas com nomes iniciados de A até F. No dia 11, aqueles com nome iniciado de G até M, e no dia 12, para iniciais de N até Z.

A secretária informou que devido a uma mudança contratual houve um atraso para o pagamento do auxílio para as famílias de alunos da rede municipal que não estão inscritas no CadÚnico. De acordo com ela, a situação já foi regularizada e até a próxima segunda-feira (20) os créditos serão depositados para estas famílias. Já os microempreendedores individuais (MEIs) e os profissionais inscritos no Busca Ativa terão a recarga efetuada nesta sexta-feira (16).

Com a prorrogação do Renda Básica Temporária por mais dois meses, as famílias inscritas no CadÚnico receberão R$ 500 mensais, em agosto e setembro. Em outubro serão atendidas pela moeda social Arariboia. Já as famílias que não estão inscritas no CadÚnico, mas têm filhos matriculados na rede municipal de ensino, receberão R$ 500 em agosto e setembro. A partir de outubro, passam a receber cesta básica até o fim do ano letivo. Os beneficiários do programa Busca Ativa também terão o auxílio prorrogado por mais dois meses.

Para os Microempreendedores Individuais (MEIs) e taxistas inscritos no programa Taxista Amigo, assim como os cadastrados no Empresa Cidadã, a última parcela do auxílio será paga pela Prefeitura neste mês de julho.

O prefeito enfatizou que a cidade vai ultrapassar R$ 1 bilhão em investimentos para mitigar os impactos da pandemia de Covid-19 na cidade. Desde abril de 2020, o município ampliou a retaguarda de saúde e, ao mesmo tempo, criou programas para dar suporte financeiro às famílias mais necessitadas na cidade, aos trabalhadores e também as micro e pequenas empresas.

Axel Grael destacou que Niterói vem fazendo, por meio dos programas de auxílio social, o que nenhuma outra cidade fez. Ele lembrou que assumiu o compromisso com a população de Niterói em manter os benefícios até a chegada da vacina contra a Covid-19, mas foi além e manteve o pagamento dos auxílios mesmo no período de imunização já em andamento na cidade.

Uma comparação do valor total gasto por habitante nos programas municipais, Niterói já investiu, em média, R$ 797,57 por habitante com o Renda Básica Temporária. Em relação a outros municípios, Manaus gasta R$ 43,25; São Paulo, R$ 40,57; Goiânia, R$ 28,32; Salvador, R$ 22,86; e Rio de Janeiro, R$ 14,82.

De acordo com Axel Grael, a partir de agora, o objetivo é sair de um programa de renda básica temporária, que era emergencial para este período de pandemia, e migrar para um sistema permanente, com a moeda social Arariboia.

“Ao longo desse tempo, atendemos a 50 mil famílias. Além disso, desenvolvemos programas de apoio às empresas que beneficiaram três mil empresas da cidade e, com isso, protegemos 15 mil empregos. Agora, vamos implantar o projeto da moeda social Arariboia. É um programa muito mais consistente em termos de política econômica e social. Estamos migrando para uma política pública duradoura e permanente”, destacou o prefeito.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: