Prefeitura de Mangaratiba vai implantar o “Botão do Pânico”: recurso permite que mulheres vítimas de violência emitam alertas em tempo real em situações de perigo

Buscando ampliar ainda mais a rede de proteção à mulher vítima de violência doméstica no município, a Prefeitura de Mangaratiba, através das Secretarias de Ciência e Tecnologia e Segurança e Trânsito, vai implantar o “Botão do Pânico”. O recurso, destinado às mulheres que possuem medidas protetivas em vigor, foi disponibilizado pela cidade de Paulínia – SP e permite que as vítimas emitam um alerta em tempo real aos agentes de segurança da Prefeitura, sempre que estiverem em situação de perigo.

Segundo o Prefeito Alan Bombeiro, este é mais um feito inédito na cidade para beneficiar o público feminino, já que a proteção às mulheres é uma política de seu governo. “Eu fico sem palavras para demonstrar o quanto este ato é importante para Mangaratiba, pois, apesar de sermos uma cidade pequena, os números de casos de violência doméstica aqui são consideráveis. Nós já conseguimos ajudar muitas pessoas através da Ronda Maria da Penha, e agora com mais este recurso, eu tenho certeza que a rede de proteção será ainda maior”, destacou o Prefeito.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                 Entenda o recurso:

                                                                                                                                                                                                                                                                                                        O “Botão do Pânico” é um aplicativo e permite que a vítima o acione sempre que se sentir em perigo. Ao ser ativado, o recurso emite imediatamente um alerta para os agentes da Secretaria de Segurança de Mangaratiba, que recebem em tempo real a localização e os dados da vítima.

Para utilizá-lo, é necessário que a mulher seja detentora de medida protetiva em vigor e realize um cadastro na Secretaria informando dados como nome, endereço, telefone e uma foto para a identificação.

O Secretário de Ciência e Tecnologia do município, Antônio Carlos Aniceto, explica que o recurso foi cedido para a cidade através de um Termo de Cooperação Técnica assinado com a Prefeitura de Paulínia. “Nós fomos até São Paulo conhecer o mecanismo pessoalmente e discutirmos a possibilidade de trazermos para cá. Já assinamos o termo de cooperação e, assim que o aplicativo for disponibilizado para a gente, faremos todas as adaptações necessárias de acordo com a necessidade do município. Feito este processo, estará apto para uso”, disse.

De acordo com o Secretário de Segurança e Trânsito, Norberto Marques, Paulínia é referência quando o assunto é segurança municipal e esse fato motivou ainda mais a busca pela parceria. “Paulínia já era uma grande inspiração para nós enquanto Guarda Municipal, pois, além dos agentes trabalharem armados, eles atendem todo tipo de ocorrência na cidade. E ‘Botão do Pânico’ é um recurso que funciona muito bem lá, por isso fomos em busca dessa parceria que, tenho certeza que será um sucesso e ajudará muitas mulheres do município”, disse.

Participaram da assinatura do Termo de Cooperação Técnica em São Paulo, o Secretário de Ciência e Tecnologia, Antônio Carlos Aniceto, o Diretor Geral e o Subdiretor da Guarda de Mangaratiba, Adriano José e Fabiano de Melo, respectivamente, e o Diretor de Projetos e Desenvolvimento da Secretaria de Segurança e Trânsito, Alexandre Jesus, além dos funcionários da Secretaria de Ciência e Tecnologia, José Cláudio Dias e Fabiano Silveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: