Prefeitura de Macaé realiza Boletim de Ocorrência sobre ameaças de ataques nas escolas

A Prefeitura de Macaé realizou, neste sábado (8), um Boletim de Ocorrência na 123° Delegacia de Polícia sobre as ameaças feitas nas redes sociais contra as escolas da rede municipal de ensino. O prefeito Welberth Rezende esteve na delegacia acompanhado da secretária de Educação, Leandra Lopes, e do secretário de Ordem Pública, Alan Oliveira, e destacou as ações que estão sendo desenvolvidas para reforçar a segurança nas escolas, como o termo de cooperação para segurança nas escolas, assinado nesta semana.

 “O registro foi feito e os responsáveis por este ato de terrorismo digital serão rastreados e responsabilizados. Ameaça é crime e, seja ela feita no meio virtual ou não, seus responsáveis serão punidos na força da lei. A segurança nas escolas será reforçada. Não vamos tolerar nenhum ato de violência contra nossas crianças, seja física ou psicológica”, concluiu o prefeito.

O termo de cooperação técnica é uma ação conjunta entre a Prefeitura de Macaé, por meio das Secretarias de Educação, Segurança, Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, através da 1ª Promotoria da Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Macaé, 123ª Delegacia de Polícia Civil, 32º Batalhão de Polícia Militar e Conselho Tutelar. O trabalho em conjunto tem o objetivo de fortalecer e ampliar a construção de novas estratégias, visando prevenir e minimizar os casos de violências nas escolas municipais.

De acordo com a secretária Leandra Lopes, o projeto terá ações práticas de todos os órgãos envolvidos na parceria. “Resolvemos fazer essa medida de parceria entre o Poder Executivo e o Poder Judiciário para coibir qualquer tipo de violência nas escolas. Já na próxima semana nós vamos apresentar um plano de ação para efetivar um planejamento para ser implementado nas unidades de ensino. É bom pontuar que estamos convocando os responsáveis para que eles sejam participativos na vida dos alunos, pois não vamos tolerar nenhum tipo de violência no ambiente escolar. Nossa proposta também é fazer uma ação conjunta com os órgãos de segurança para que possamos trabalhar não só com as escolas municipais, mas com todas as unidades de ensino do município, sejam elas particulares ou públicas”, disse.

O secretário Alan Oliveira enfatizou que para reforçar a segurança nas escolas o município também vai adotar o protocolo de segurança emergencial já na próxima semana. “Vamos formar um grupo de trabalho envolvendo os órgãos de segurança pública, além de intensificar o policiamento nas escolas com a presença da Polícia Militar e da Guarda Municipal, além do investimento em segurança artificial e câmeras de monitoramento. Importante também salientar que nenhuma escola no momento sofre algum tipo de represália. Estamos nos antecipando para que a população permaneça tranquila”, disse Alan Oliveira.

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *