Prefeitura de Duque de Caxias apoia Campanha Nacional de Coleta de DNA de Pessoas Desaparecidas

Coleta do material genético de familiares acontece de 14 a 18/06

Teve inicio nesta segunda-feira (14), a Campanha Nacional de Coleta de DNA de Pessoas Desaparecidas. Em Duque de Caxias, a ação tem o apoio da Prefeitura. O local de coleta fica no Posto Regional de Polícia Técnico-Científica, localizado na Rua Aílton da Costa, no bairro Jardim Vinte e Cinco de Agosto, com horário de atendimento das 9h às 17h. O objetivo é auxiliar na identificação e abastecer o Banco Nacional de Perfis Genéticos.

A coleta do material genético é voluntária e indolor. O familiar da pessoa desaparecida precisa assinar um Termo de Consentimento. A iniciativa deve ser feita, preferencialmente, por familiares de primeiro grau, como pai, mãe, filhos e irmãos. Os familiares também podem entregar itens pessoais que pertencem à pessoa desaparecida, como aliança, dente de leite, escova de dentes, cabelo, aparelho ortodôntico, óculos ou qualquer objeto que possa encontrar material genético. Os objetos colhidos serão utilizados exclusivamente para a identificação e localização dessas pessoas.

Segundo dados do Ministério da Justiça, no Brasil, há 57 mil boletins de ocorrência de pessoas desaparecidas e não localizadas. Somente nos últimos dois anos, 22 mil boletins foram incluídos no sistema. Atualmente, o Banco Nacional de Perfis Genéticos possui 3.856 restos mortais não identificados e material genético de 3.088 familiares de pessoas desaparecidas. A identificação pode acontecer de duas formas, por identificação direta e por meio de vínculo genético com familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: