fbpx

Prefeitura de Cabo Frio se reúne com representantes dos quilombos Preto Forro e Fazenda Espírito Santo, em Tamoios

Entre os assuntos debatidos estavam transporte público e volta às aulas

Equipes da Prefeitura de Cabo Frio se reuniram, neste último sábado (7), com representantes dos quilombos Preto Forro e Espírito Santo, ambos em Tamoios. No encontro, o secretário de Mobilidade Urbana, Jefferson Buitrago, e o coordenador de Promoção da Igualdade Racial, Manoel Justino, ouviram demandas sobre transporte público e volta às aulas.

A reunião aconteceu na sede da Associação dos Moradores do Quilombo Preto Forro, e teve o objetivo de aproximar o governo das duas comunidades.

“Este governo tem uma proposta de estar próximo à população, atendendo e ouvindo diretamente as demandas. Temos uma política intersetorial de igualdade, e precisamos ouvir a todos”, defendeu Justino.

Os quilombolas foram representados por Andressa dos Santos e Dayne Moreira. A primeira reivindicação apresentada em nome dos dois quilombos foi com relação ao transporte público, com pedido de retorno da linha São Cristóvão x Agrisa às 8h30.

“Somente quem vive aqui sabe a dificuldade que passamos para nos locomover. Quando temos que ir ao Centro de Cabo Frio para resolver alguma coisa rápida, perdemos um dia inteiro porque o próximo horário da linha que faz o retorno chega na Agrisa já na parte da tarde”, contou Dayne.

Ainda com relação ao transporte público, Andressa lembrou de outro problema.

“Quando precisamos ir até Tamoios, por exemplo, gastamos dois transportes, gerando um custo médio de R$ 20, o que tem se tornado inviável para a maioria dos moradores. O ideal é que tivesse uma linha direta que fizesse o percurso Agrisa x Santo Antonio”, sugeriu a moradora em nome das duas comunidades.

Outro assunto abordado no encontro e que tem gerado preocupação entre os quilombolas do Preto Forro e Espírito Santo é o retorno das aulas presenciais. Após ouvir todas as demandas, o secretário de Mobilidade Urbana, Jefferson Buitrago, se comprometeu em buscar soluções.

“Nesta segunda-feira (9) já entrarei em contato com a empresa concessionária do transporte coletivo da cidade para pedir uma readequação dos horários das linhas. E, prioritariamente, em razão do retorno das aulas presenciais no município, entrarei em contato com a Secretaria de Educação para ver a viabilidade de um ônibus escolar para atender aos alunos dessas duas comunidades quilombolas”, informou Buitrago.

O quilombo de Preto Forro fica no bairro Angelim, e o quilombo Fazenda Espírito Santo no bairro Araçá, ambos na área rural de Tamoios, distrito de Cabo Frio. Além desses, o município possui, ainda, outras três comunidades quilombolas: Botafogo, Maria Romana e Maria Joaquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: