fbpx

Prefeitura de Cabo Frio inaugura nova sede da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos

Espaço fica nas dependências do prédio da Guarda Civil Municipal, em São Cristóvão
A Prefeitura de Cabo Frio acaba de inaugurar o novo espaço da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos, nas dependências da sede da Guarda Civil Municipal, em São Cristóvão. A Secretaria funcionará em um espaço com quatro salas no segundo andar. A entrega do espaço aconteceu na última quinta-feira (12), data que marcou o Dia Nacional dos Direitos Humanos. 
O espaço contém uma sala onde uma equipe técnica com dois funcionários cedidos pela Secretaria de Saúde realiza atendimentos: um médico especializado em clínica médica e uma psicóloga. Uma brinquedoteca para acolher as crianças durante os atendimentos foi instalada em outra sala. Outro local foi destinado para a equipe administrativa. 
A secretária municipal de Direitos Humanos e Segurança, Aglaia Olegário, realçou a importância do novo espaço físico para a capacitação da corporação. 
“Desde julho, começamos a preparar os 406 guardas civis municipais de todo o município com capacitações envolvendo pastas que atravessam temas pontuais de Direitos Humanos, como a Superintendência dos Direitos da Mulher, da Pessoa com Deficiência e a LGBTI+. Precisamos trazer para o dia a dia de cada agente a realidade dos Direitos Humanos no mundo e em nosso município, pois permeia todos os atendimentos.”  
A secretária adjunta de Direitos Humanos, Carla Rodrigues, também enalteceu a chegada ao novo espaço para a integração da equipe. 
“Precisamos trabalhar com essa unidade, os agentes da Guarda precisavam conhecer e entender essa unicidade. Garantir os direitos de cada pessoa vai além de cumprir a lei, é respeitar o outro, independente da sua orientação sexual ou de gênero, convicção religiosa ou condição física”.
TRABALHO INTERSETORIAL 
A inauguração teve a presença de vários representantes do governo que enalteceram a importância de ações intersetoriais, como o superintendente LGBTI+, Pedro Rosa; o secretário-adjunto de Desenvolvimento Humano, Neemias Lima; a superintendente dos Direitos da Mulher, Tânia Lopes; a superintendente de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência, Idalina Araújo e o coordenador da Igualdade Racial, Manoel Justino, que destacou a importância das representatividades dentro do poder público municipal.  
“Estamos hoje ocupando um espaço de privilégio no governo e precisamos não apenas ocupar este espaço, o nosso papel é de transformação. Talvez o prefeito José Bonifácio, quando colocou cada um de nós representando uma categoria, seja um negro, uma pessoa LGBTI+, uma pessoa com deficiência, um pastor, não tenha imaginado a dimensão que isso ia tomar. Temos neste momento, a oportunidade de transformar a sociedade e fazer essa reconstrução a partir de Cabo Frio”, comentou Manoel Justino. 
Também compareceram ao evento, as secretárias da Melhor Idade, Delamar Sant’Anna; e da Criança e do Adolescente, Betânia Batista, a secretária adjunta de Relações Institucionais, Olívia Sá e a superintendente de Políticas Públicas, Carolina Werkhaizer, representando a Secretária de Assistência Social, Nilza Miquelotti. 
CAPACITAÇÕES 
A corporação também recebeu na última semana integrantes do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos, Comunicadores e Ambientalistas (PPDDH), que atua no atendimento e acompanhamento dos casos de risco e de ameaça de morte de defensores em todo o território nacional. 
A equipe encerrou a segunda etapa do ciclo de capacitações iniciado no último dia 9 com explanações sobre diversos temas que perpassam os Direitos Humanos, como os impactos da segunda Guerra Mundial, Direitos Fundamentais, dignidade da pessoa humana e a Declaração Universal dos Direitos Humanos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: