Prefeitura de Búzios realiza mais de 80 cirurgias de catarata no mês de setembro

Desde abril está zerada a fila de espera para cirurgias de catarata em Búzios, e só neste mês de setembro foram realizadas 86 cirurgias pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. A cirurgia para catarata é o procedimento de maior demanda do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo país.
Em Búzios havia uma imensa demanda reprimida, tanto de gestões passadas como também por causa da pandemia que impedia procedimentos de cirurgias eletivas. Com os mutirões realizados no primeiro semestre, o município regularizou o fluxo de atendimento, que, do momento do pedido pelo médico até a realização da cirurgia, tem o tempo estimado de 30 dias.
“Mesmo com a fila zerada o fluxo por cirurgias de catarata, assim como no restante do país, é grande. Qualquer descuido pode fazer que a demanda aumente novamente. O prefeito Alexandre Martins pede prioridade no fim das filas para cirurgias no município, e estamos zerando uma a uma. ”, afirma o secretário Leônidas Heringer.
A porta de entrada para a identificação da doença, assim como o caminho para a realização de cirurgias, são as Unidades Básicas de Saúde (UBS).
A catarata é a opacificação do cristalino, uma lente natural dentro dos olhos. O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) estima, com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que entre 2010 e 2019 tenha triplicado o número de cegos no Brasil, saltando para mais de 1,5 milhão. Ainda de acordo com o CBO, a maior parte ocasionada pela catarata, aponta que na população adulta acima dos 75 anos, a doença tem uma prevalência de 73,3%; e 47,1% no grupo de 65 a 74 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.