Prefeitos das Capitais BR

ALEXANDRE KALIL
Belo Horizonte - MG

Alexandre Kalil, (Belo Horizonte, 25 de março de 1959) é empresário, político e dirigente desportivo brasileiro. Hoje, se encontra no PSD. É o atual prefeito de Belo Horizonte.  O prefeito foi eleito com cerca de 52,98% dos votos no segundo turno.

Filho do ex-presidente do Clube Atlético Mineiro, Elias Kalil (1930-1993), foi presidente do conselho deliberativo e diretor de futebol, eleito presidente do 51º mandato do clube em 2008, cargo que ocupou até 2014. Empresário, comanda a Erkal Engenharia, com atuação na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Kalil cursou Engenharia Civil em Belo Horizonte até o quarto ano de curso. Faltando um ano para sua graduação, deixou a faculdade por precisar trabalhar e passou a se dedicar a obras. Mesmo sem a formação de engenheiro, acabou se especializando em infraestrutura rodoviária, urbana, civil e industrial na prática, e assumiu a Erkal Engenharia junto com seu pai e seu tio, empresa que fez crescer e toca até hoje.

Chegou a registrar-se como candidato a uma vaga de deputado federal nas eleições em Minas Gerais em 2014 pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), porém desistiu antes do pleito pouco após a morte de Eduardo Campos. Se desfiliou do PSB em seguida.

Na eleição municipal de Belo Horizonte em 2016, concorreu à prefeitura pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS), como o apoio da Rede Sustentabilidade (REDE) e do Partido Verde (PV), tendo o deputado Paulo Lamac (REDE) como vice na chapa. 

ALVARO COSTA DIAS
Natal - RN

Álvaro Costa Dias, conhecido no meio político como Álvaro Dias (Caicó, 4 de setembro de 1959) é médico e político  filiado ao MDB. É o atual prefeito de Natal. Foi eleito vice-prefeito da capital potiguar nas eleições de 2016, na chapa liderada por Carlos Eduardo Alves, do PDT, e assumiu o cargo de prefeito em 6 de abril de 2018, por ocasião da renúncia do titular.  Em 6 de abril de 2018, com a renúncia de Carlos Eduardo para disputar as eleições de outubro do mesmo ano, Álvaro Dias tornou-se prefeito de Natal. 

Anteriormente, exerceu os cargos de vice-prefeito de Caicó, deputado estadual por cinco mandatos e deputado federal pelo estado do Rio Grande do Norte. 

Foi eleito deputado federal pelo PMDB em 2002. Obteve 138.241 votos, sendo o segundo mais votado.  Candidatou-se a deputado estadual em 2006 pelo PDT, sendo eleito com um total de 40.040 votos. 

Nas eleições de 2010, candidatou-se a vice-governador do Rio Grande do Norte na chapa encabeçada por Carlos Eduardo Alves, sendo derrotado por Rosalba Ciarlini.

Candidatou-se a vice-prefeito de Natal em 2016, sendo eleito junto com Carlos Eduardo Alves. Em 6 de abril de 2018, com a renúncia de Carlos Eduardo para disputar as eleições de outubro do mesmo ano, Álvaro Dias tornou-se prefeito de Natal. 

ARTHUR VIRGÍLIO NETO
Manaus - AM

Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto (Manaus, 15 de novembro de 1945) é o atual prefeito de Manaus. Foi reeleito para o cargo no segundo turno das eleições de 2016. Pertence ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).  O tucano teve 581.777 votos, o que corresponde a 55,96% . 

Filho do político amazonense Neto formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na qual foi orador do Centro Acadêmico Cândido de Oliveira. É diplomata de carreira formado pelo Instituto Rio Branco.

Eleito senador em 2002, tornou-se líder da bancada do PSDB no Senado em 2003. Como um dos lideres da oposição, foi um dos críticos mais firmes do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foi um dos principais protagonistas para a derrubada da Contribuição Provisória sobre a Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF).

EDVALDO NOGUEIRA
Aracaju - SE

Edvaldo Nogueira Filho (Pão de Açúcar, 25 de janeiro de 1961) é prefeito de Aracaju, da Capital de Sergipe, filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB).  

Foi eleito vice-prefeito de Aracaju em 2000, na chapa encabeçada por Marcelo Déda. Em 2004 foi reeleito vice-prefeito pela mesma chapa. Com a renúncia de Marcelo Déda, para disputar o governo do estado, assumiu a prefeitura. Em 2008 foi reeleito prefeito, tendo como vice-prefeito o então presidente da EMURB, Silvio Santos do PT.

Estudou medicina na Universidade até o quinto ano, trabalhou no Hospital Cirurgia, e foi membro da equipe de cirurgia cardíaca do Dr. José Teles de Mendonça.

Começou a sua militância política nos tempos da universidade. Foi secretário-geral e presidente do DCE; foi membro do Conselho do Ensino e de Pesquisa da UFS.

Foi duas vezes vereador, presidiu a Comissão de Finanças, e participou da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de Aracaju.

Em 2016, Edvaldo Nogueira venceu a disputa com Valadares Filho pela prefeitura de Aracaju. Nogueira recebeu 52,11% dos votos. 

ACM NETO
Salvador - BA

Carlos Peixoto de Magalhães Neto, conhecido como ACM Neto (Salvador, 26 de janeiro de 1979) é bacharel em Direito e  atual prefeito de Salvador. É neto do falecido Antônio Carlos Magalhães (ACM), sobrinho de Luís Eduardo Magalhães e filho de Antônio Carlos Magalhães Júnior (diretor da Rede Bahia), e herdeiro político de uma das mais tradicionais famílias políticas do país. Foi eleito prefeito de Salvador em 2012 e reeleito em 2016. ACM Neto (DEM) foi eleito prefeito de Salvador-BA com 717.865 votos, o que equivale a 53,51% dos votos válidos. 

De 1999 a 2002, o parlamentar foi assessor da Secretaria de Educação do Estado da Bahia. Em 2002, elegeu-se deputado federal, período em que participou da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios. Reelegeu-se deputado nas eleições de 2006 e, em 2008, foi candidato à Prefeitura de Salvador.

No ano de 2009, ocupou o cargo de corregedor da Câmara dos Deputados e integrante do Conselho de Ética. Em 2010, reelegeu-se deputado federal.

 

 

BRUNO COVAS
São Paulo - SP

Bruno Covas Lopes (Santos, 7 de abril de 1980) é  advogado, economista e político . Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), é o atual prefeito da cidade de São Paulo. 

É formado em direito pela Universidade de São Paulo e em economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Entre outros cargos, foi deputado estadual, secretário estadual de Meio Ambiente de São Paulo, presidente do Juventude do PSDB e deputado federal. Em 2015 foi sub-relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobras e membro da Comissão Especial da Maioridade Penal. Em outubro de 2016 foi eleito vice-prefeito da cidade de São Paulo, na chapa de João Doria, assumindo a prefeitura em 6 de abril de 2018 em razão da renúncia de Doria. 

Neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas, Bruno Covas foi desde criança ligado à política. Estudou nos colégios Carmo e Lusíada em Santos. Em 1995, quando foi estudar em São Paulo, no Colégio Bandeirantes, teve a oportunidade de morar com o avô. É graduado em Direito, pela USP (1998-2002), e em Economia, pela PUC-SP (1998-2005). 

 

CINTHIA RIBEIRO
Palmas - TO

Cinthia Alves Caetano Ribeiro mais conhecida como Cinthia Ribeiro (Anápolis, 30 de dezembro de 1976) é fonoaudióloga, empresária e prefeita do município brasileiro de Palmas (TO). 

A gestora municipal entrou para a política quando se filiou para o PTN e tornou-se a presidente estadual do PTN no Tocantins.  Concorreu pela primeira vez nas eleições de 2014 como candidata a vice-governadora na chapa de Ataídes Oliveira, não tendo sido eleita. 

Filiou-se ao PSDB onde assumiu o cargo de presidente do PSDB Mulher Tocantins. Nas eleições municipais de 2016, foi eleita vice-prefeita ao lado de Carlos Amastha. Em 3 de abril de 2018, assumiu a prefeitura de Palmas com a renúncia de Amastha. É a primeira pessoa a assumir definitivamente a prefeitura de Palmas pela linha sucessória.

A prefeita nomeou a primeira mulher a ocupar a chefia da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana desde sua criação, a tenente-coronel Welere Gomes Barbosa Silveira, Policial Militar. A advogada Luciana Cordeiro Cavalcante Cerqueira assumiu presidência Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA). Segundo Cinthia, todas as escolhas são técnicas. 

 

CLÉCIO LUIZ
Macapá - AP

Clécio Luis Vilhena Vieira (Belém, Pará, 8 de abril de 1972) é professor e atualmente prefeito de Macapá. Eleito na eleição municipal de 2012 se tornando o primeiro prefeito do Partido Socialismo e Liberdade em uma capital. Já foi vereador duas vezes consecutivas, sendo o primeiro mandato pelo PT e o segundo pelo PSOL. Contribuíram para a vitória a imagem de "tocador de obras", de realizador e a sua facilidade de comunicação. Clécio foi reeleito prefeito no segundo turno das eleições em 2016.

A administração de Clécio à frente da prefeitura de Macapá tem sido marcada por investimentos na educação pública e assistência social.  Em dezembro de 2014, a prefeitura inaugurou o primeiro CEU das Artes de Macapá. Localizada no Infraero II, a obra custou R$ 2,2 milhões e tem como meta oferecer esporte e lazer à população. No mês de setembro do mesmo ano, já havia sido inaugurado o Complexo Macapá Criança, um dos maiores centros de assistência social do país. Localizado no bairro Pedrinhas, o local tem brinquedoteca, piscina semiolímpica, quadra poliesportiva coberta e oferece relevantes serviços à comunidade. Uma das bandeiras da gestão Clécio tem sido o combate à desigualdade social.

EDVALDO HOLANDA JUNIOR
São Luis - MA

Edivaldo de Holanda Braga Júnior (São Luís, 1 de julho de 1978) é empresário, advogado e prefeito de São Luis, Maranhão, filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). 

Em 2010, elege-se deputado federal pelo Maranhão com 104.015 votos, sendo o mais votado na cidade de São Luís: foram mais de 70 mil votos somente na capital. Durante o período, é líder do Partido Trabalhista Cristão no Congresso e faz parte do Conselho Político da Presidenta Dilma, vice-presidente da Comissão de Legislação Participativa do Congresso Nacional, membro titular das Comissões de Desenvolvimento Urbano, Finanças e Tributação.

Em 2012, lança-se candidato a Prefeitura de São Luís pela Coligação "Muda São Luís", formada pelo PCdoB, PSB, PDT e PTC, obtendo êxito. Edivaldo é eleito com um total de 280.809 votos no segundo turno, tornando-se o mais jovem a ocupar o cargo.
 

 

 
EMANUEL PINHEIRO
Cuiabá - MT

Emanuel Pinheiro (Cuiabá, 12 de abril de 1965) é advogado e prefeito de Cuiabá, filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). 

Em 1988 com 23 anos, foi eleito pelo PFL a uma mandato na Câmara Municipal de Cuiabá. Reeleito em 1992, com a terceira maior votação. Em 1994, foi eleito deputado estadual. Reeleito em 1998, com mais de 14 mil votos.

Em 2000, disputou pelo PFL o executivo de Cuiabá, tendo como vice Odete Trechand, não conseguindo êxito.  Em janeiro 2005, assume a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos, no governo do prefeito Wilson Santos. 

Retornou a Assembleia Legislativa de Mato Grosso em 2010, eleito pelo Partido da República (PR) com mais de 20 mil votos. Em 2014 foi reeleito. 

 

FIRMINO FILHO
Teresina - PI

Firmino da Silveira Soares Filho (Teresina, 16 de dezembro de 1963) é  economista e prefeito de Piauí. É formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco e obteve mestrado na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Funcionário concursado do TCU e professor da Universidade Federal do Piauí. 

Iniciou-se na vida pública aos 30 anos de idade, em 1993, oportunidade em que foi convidado pelo ex-prefeito de Teresina, Wall Ferraz, para dirigir a Secretaria Municipal de Finanças. Após a morte do prefeito, em 22 de março de 1995, permanece como secretário, na administração do Vice-Prefeito Francisco Gerardo que assumiu o comando da Prefeitura de Teresina.

Eleito presidente do diretório municipal do PSDB, renunciou ao cargo de secretário do município em 1996, para concorrer e ser eleito um dos mais jovens prefeitos de capitais do país, derrotando, em segundo turno, Alberto Silva do PMDB, considerado uma espécie de mito da política piauiense. Ainda em primeiro turno no ano 2000, tendo como vice-prefeito Marcos Silva, filho de seu adversário no pleito anterior, foi reeleito prefeito.

Firmino esteve entre os primeiros prefeitos de capitais eleitos pelo PSDB no Brasil. Em 1996, também foram eleitos os prefeitos das capitais Cuiabá, Goiânia e Vitória. No total, 910 prefeitos eleitos e 6.744 vereadores em todo o país naquele pleito.

 

GEAN LOUREIRO
Florianópolis - SC

Gean Marques Loureiro (Florianópolis, 9 de março de 1972) é advogado e prefeito de Florianópolis, foi filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), mas atualmente está sem partido. É o atual prefeito de Florianópolis. Começou a carreira política em 1992 ao ser eleito vereador de Florianópolis, sendo reeleito em 1996, 2000, 2004 e 2008.

Em 2012, foi candidato a prefeito de Florianópolis pelo PMDB e ficou em segundo lugar com 27,37% dos votos, enfrentando Cezar Souza Júnior do PSD, no segundo turno, quando recebeu mais de 106 mil votos, que representavam 47,36% contra os 52,64% do prefeito eleito. 

Nas eleições de 2014, em 5 de outubro, foi eleito deputado estadual para a 18ª legislatura (2015 — 2019), tendo sido o mais votado da cidade de Florianópolis e sétimo mais votado no estado.

Gean Loureiro foi eleito prefeito de Florianópolis no segundo turno das eleições municipais de 2016. Loureiro recebeu 50,26% dos votos, enquanto Angela Amin (PP) obteve 49,74% dos votos. 

GERALDO JÚLIO
Recife - PE

Geraldo Júlio de Mello Filho, mais conhecido como Geraldo Júlio (Maternidade Nossa Senhora de Fátima, Recife, 17 de março de 1971) é um político brasileiro, atual prefeito de Recife, filiado ao PSB. Possui formação em Administração na Universidade de Pernambuco (UPE) e pós-graduação em Administração Pública na mesma Universidade. Geraldo Julio de Mello Filho nasceu em Recife, atuou no terceiro mandato de Miguel Arraes a frente do governo de Pernambuco e, em 2000, foi diretor de planejamento na Secretaria de Administração da Prefeitura do Recife.

Entre 2003 e 2006 atuou junto a Eduardo Campos no Ministério da Ciência e Tecnologia durante o primeiro governo de Lula.

No governo de Eduardo Campos, assumiu a Secretaria de Planejamento de Pernambuco em 2007 e, quatro anos depois, foi secretário estadual de Desenvolvimento Econômico. e atuou como presidente do Porto de Suape.

Nas eleições de 2012, foi candidato à prefeitura do Recife, pelo PSB, sendo eleito no 1º turno, com 51,15% dos votos válidos.  Em uma pesquisa realizada no início de 2014, Geraldo Júlio foi o segundo prefeito mais bem avaliado do Brasil, ficando atrás apenas de ACM Neto. 

 

ZENALDO COUTINHO
Belém - PA

Zenaldo Coutinho, é advogado e atual prefeito da cidade de Belém do Pará. Assumiu o cargo em 1º de janeiro de 2013 e seu mandato vai até 1º de janeiro de 2021. Filho de Zenaldo Rodrigues Coutinho e de Maria Helena Neves Coutinho, Zenaldo iniciou o curso de direito na Universidade Federal do Pará (UFPA) em 1982, e lá foi presidente do Movimento Despertar. No mesmo ano, ingressou na política ao eleger-se vereador de Belém pelo então Partido Democrático Social (PDS).

No dia 28 de setembro de 2017, foi eleito membro da Academia Paraense de Letras, com vinte e quatro votos contra cinco para o cerimonialista Marcelo Pinheiro e cinco votos em branco, sucedendo o também político Jarbas Passarinho na cadeira nº 12. Zenaldo é autor de dois livros de poesia, Floresta de Sentimentos (2012) e Maré Lançante (2017).

TERESA SURITA
Boa Vista - RR

Maria Teresa Sáenz Surita Guimarães (São Manuel, 14 de agosto de 1956) é uma política brasileira. Iniciou na política como primeira-dama e Coordenadora de Ação Social do Governo do Estado de Roraima (1989-1990), na gestão de Romero Jucá, seu ex-marido e Senador por Roraima. Elegeu-se deputada federal por Roraima em 1990, com 22% dos votos válidos, pelo PDS. Em 1992 foi eleita prefeita de Boa Vista, capital de Roraima.

Em 1998, já pelo PSDB, disputou o governo de Roraima contra o então governador Neudo Campos, candidato à reeleição, sendo derrotada no segundo turno quando obteve 57.352 votos, ou 47,79% do eleitorado. Foi eleita novamente prefeita de Boa Vista em 2000  e reeleita em 2004, então pelo PPS. Desincompatibilizou-se da prefeitura em 2006 para disputar pelo PMDB uma vaga no Senado. Ocupou até fevereiro de 2010 o cargo de secretária nacional de Políticas Urbanas no Ministério das Cidades deixando-o para disputar as eleições de outubro.

Nas Eleições de 2010 foi a quarta candidata a deputada federal proporcionalmente mais votada do país, com 13,38% dos votos válidos, sendo superada apenas por Marinha Raupp (PMDB-RO) com 14,24% e Márcio Bittar (PSDB-AC) com 15,32% e Reguffe (PDT-DF) com 18,95%. No pleito de 2010, foi uma dos 35 deputados federais a alcançarem o coeficiente eleitoral entre os 513 deputados eleitos em todo país, e uma dos quatro deputados federais a se elegerem com os próprios votos na região Norte do Brasil. Nas eleições de 2012 foi eleita prefeita de Boa Vista pela quarta vez. Foi reeleita, já no primeiro turno da eleição de 2016, para seu quinto mandato. É irmã do radialista e apresentador de televisão Emílio Surita do Programa Pânico na Band.

MARQUINHOS TRAD
Campo Grande - MS

Marcos Marcello Trad, conhecido como Marquinhos Trad (Campo Grande, 28 de agosto de 1964), é um advogado e político brasileiro. É o atual prefeito da cidade de Campo Grande, cargo já ocupado por seu irmão Nelson Trad Filho.

Filho do ex-deputado federal Nelson Trad e de Therezinha Mandetta, irmão do ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, e do ex-deputado federal Fábio Trad; graduou-se em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Como advogado, integrou a seccional em Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil como conselheiro, presidindo em seguida a Comissão de Ética e Disciplina. Integrou e presidiu o Tribunal de Justiça Desportiva do estado (TJD-MS).

ROBERTO CLÁUDIO
Fortaleza - CE

Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra, nascido em Fortaleza, 15 de agosto de 1975, é um médico e político brasileiro. Foi filiado ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e atualmente pertence aos quadros do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Já foi deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, e atualmente é o prefeito da cidade de Fortaleza. Filho do ex-reitor da Universidade Federal do Ceará Roberto Cláudio Frota Bezerra, Cláudio é médico sanitarista com PhD em saúde pública pela Universidade do Arizona.

RAFAEL GRECA
Curitiba - PR

Rafael Valdomiro Greca de Macedo (Curitiba, 17 de março de 1956) é um economista, engenheiro, urbanista, escritor, poeta, editor, historiador e político brasileiro. Filiado ao Democratas (DEM), é o atual prefeito de Curitiba. Já ocupou cargos de vereador, deputado estadual constituinte, prefeito de Curitiba, deputado federal e ministro de Estado do Esporte e Turismo. Rafael Greca é filho de Terezinha Greca de Macedo e do engenheiro Eurico Dacheux de Macedo e casado com a jornalista Margarita Sansone.

É formado em Economia pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná (FESP) em 1977, e em Engenharia Civil, com especialização em Urbanismo pela Universidade Federal do Paraná em 1978.

É membro concursado do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba.

É membro da Academia Paranaense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná

IRIS REZENDE
Goiânia, GO

Iris Rezende Machado (Cristianópolis, 22 de dezembro de 1933) é um político brasileiro, filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Fez sua carreira pelo estado de Goiás, tendo sido vereador e prefeito de Goiânia, deputado estadual em Goiás, governador do estado por dois mandatos, senador da República por Goiás, ministro da Agricultura no governo José Sarney e da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso (FHC). É casado com a homônima Íris Araújo. Vereador em 1958, deputado estadual em 1962, prefeito de Goiânia em 1965, Iris Rezende teve o mandato cassado pelo regime militar, em 1969.

Governou Goiás pela primeira vez de 1983 a 1986. Depois, foi ministro da Agricultura do governo José Sarney (15 de fevereiro de 1986 a 14 de março de 1990). Governou o estado pela segunda vez de 1991 a abril de 1994.

Iris Rezende foi eleito pela quarta vez prefeito de Goiânia no segundo turno das eleições 2016.Ele recebeu 57,70% dos votos.

LUCIANO CARTAXO
João Pessoa, PB

Luciano Cartaxo Pires de Sá (Sousa, 7 de junho de 1964) é um farmacêutico e político brasileiro. Filiado ao Partido Verde (PV). É o atual prefeito de João Pessoa, capital da Paraíba. Já foi deputado estadual da Paraíba, vereador de João Pessoa quatro vezes, e vice-governador da Paraíba.

Em 1996, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), foi eleito vereador em João Pessoa pela primeira vez. Reelegeu-se por mais três mandatos consecutivos nos pleitos de 2000, 2004 e 2008.

Nas eleições de 2006, foi o candidato a vice-governador na chapa do então senador José Maranhão do PMDB, mas ambos acabaram derrotados nas urnas pela chapa liderada pelo então governador Cássio Cunha Lima do PSDB e por seu candidato a vice José Lacerda Neto do DEM. Em virtude da confirmação da cassação de Cunha Lima e Lacerda Neto pelo Tribunal Superior Eleitoral no dia 17 de fevereiro de 2009 por conduta vedada de ambos nas eleições de 2006, Maranhão e Cartaxo tomaram posse como novos governador e vice-governador da Paraíba com mandato até o dia 31 de dezembro de 2010..

Nas eleições de 2010, foi eleito deputado estadual com 24.296 votos para o mandato 2011-2015.

Em 17 de setembro de 2015, anuncia oficialmente a sua saída do PT, depois de mais de 20 anos de filiação ao partido e ingressa no Partido Social Democrático (PSD), sendo reeleito prefeito de João Pessoa no primeiro turno na eleição municipal de 2016 com 222.689 votos (59,67% dos votos válidos). Em março de 2018, anuncia filiação ao Partido Verde

NELSON MARCHEZAN JÚNIOR
Porto Alegre, RS

Nelson Marchezan Júnior (Porto Alegre, 30 de novembro de 1971) é um advogado, administrador e político brasileiro. É o atual prefeito de Porto Alegre.

Advogado, não tinha maiores pretensões na política até a morte do pai, em 2002. No mesmo ano concorreu e foi eleito deputado federal com 60 071 votos, mas a Justiça Eleitoral impediu sua diplomação por falta de filiação partidária válida. Marchezan Júnior não foi capaz de apresentar provas que era filiado ao PSDB um ano antes das eleições, sendo cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral. Iniciou na vida pública em 2003, como diretor de Desenvolvimento, Agronegócios e Governos do Banrisul durante o mandato do governador Germano Rigotto.

Abandonou o cargo em 2006, quando com 45 604 votos, foi eleito deputado estadual e exerceu o mandato entre 2007 a 2011 pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Em 2010, foi eleito deputado federal com 92 394 votos.

Em 14 de junho de 2016, votou a favor da cassação do Deputado Eduardo Cunha no comitê de ética da Câmara dos Deputados e votou de forma favorável ao processo de impeachment Dilma Rousseff em 2016.

Ainda em 2016 foi candidato a prefeito de Porto Alegre pela coligação Porto Alegre pra frente, formada pelo PSDB, PP, PMB e PTC, , sendo eleito em segundo turno com 402.165 votos.

HILDON CHAVES
Porto Velho, RO

Hildon de Lima Chaves (Recife, 25 de maio de 1968), é um advogado, promotor, empresário e político brasileiro radicado em Rondônia. Atualmente é prefeito da capital de Rondônia, Porto Velho.

Formado em direito em Curitiba (PR), em 1992, foi aprovado no mesmo ano em concurso público para a promotoria. Tomou posse no cargo de Promotor de Justiça do Estado de Rondônia, iniciando sua carreira na cidade de Vilhena. Atuou ainda em cidades como Pimenta Bueno, Ariquemes e Cacoal, além da capital do estado, Porto Velho. Deixou o Ministério Público de Rondônia em 2013 para dedicar-se exclusivamente ao Grupo Athenas. 

Lidera juntamente com sua esposa o Grupo Athenas Educacional, maior da região norte do Brasil, com cinco faculdades presenciais nos Estados de Rondônia, Mato Grosso e Acre. 

Em sua primeira disputa eleitoral, nas eleições de 2016, foi eleito prefeito da Porto Velho, no segundo turno, com 65% dos votos, derrotando o deputado estadual Léo Moraes (PTB). Sua coligação era formada pelo PSDB e pelo PSDC, partido de seu vice, Edgar Tonial.

FIRMINO FILHO
Teresina, PI

Firmino da Silveira Soares Filho (Teresina, 16 de dezembro de 1963) é um economista e político brasileiro expoente do PSDB no estado do Piauí. Foi eleito prefeito de Teresina em 1996 e reeleito em 2000. Nas eleições municipais de 2012 é eleito pela terceira vez prefeito de Teresina, desta feita igualando-se em número de mandatos ao seu predecessor Raimundo Wall Ferraz. Concorreu nas eleições de 2016 a prefeito, sendo reeleito ainda no primeiro turno das eleições na capital piauiense. É formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco e obteve mestrado na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Funcionário concursado do TCU e professor da Universidade Federal do Piauí.

Foi eleito deputado estadual do Piauí, em 2010, com 47.634 votos, tendo obtido 80% deles oriundos somente da capital.

Nas eleições de 2012, disputa mais uma vez a prefeitura de Teresina, derrotando ainda em primeiro turno o senador Wellington Dias. Segue para o segundo turno como o mais votado, com quase 10 pontos percentuais em pesquisas, à frente do prefeito e candidato a reeleição Elmano Férrer, que teve apoio dos senadores João Vicente Claudino e Ciro Nogueira.

No dia 28 de outubro de 2012, com 51,54% dos votos válidos, que correspondeu a 212.741 votos, venceu a disputa do segundo turno e derrotou Elmano Férrer que conquistou 200.062 votos, ou 48,46% do eleitorado.

Durante campanha para prefeito em 2012, recebeu grandes nomes do PSDB nacional que estiveram presentes em Teresina como Aécio Neves e Álvaro Dias para apoiar sua candidatura.

LUCIANO REZENDE
Vitória, ES

Luciano é médico, pós graduado em medicina esportiva. Com destaque por sua atuação esportiva, foi campeão brasileiro (1979 e 1986) e campeão sul-americano de Remo (Uruguai/1979). Também obteve o 6º lugar no Campeonato Mundial Universitário de Remo na Holanda, em 1986.

Foi vereador em Vitória de 1995 a 2008. Em 2008, disputou com o prefeito João Coser a prefeitura de Vitória. Conseguiu 32% dos votos mas acabou derrotado em primeiro turno. Em 2010, é eleito deputado estadual com mais de 20 mil votos.

Em 2012, disputou novamente o cargo de prefeito de Vitória, enfrentando o ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo (PSDB) e a ex-ministra e deputada federal Iriny Lopes (PT). Contrariando todas as pesquisas, que apontavam o candidato do PSDB como favorito, Luciano vence o primeiro turno com 39% dos votos e se credencia para o segundo turno contra o adversário tucano, de quem já foi secretário. Em 28 de outubro de 2012, conseguiu garantir uma vitória apertada com cerca de 52% dos votos.

Em 30 de outubro de 2016, Luciano foi reeleito prefeito de Vitória no segundo turno das eleições municipais de 2016, com 51% dos votos, derrotando o deputado estadual Amaro Neto (SD).

CLÉCIO LUIS
Macapá, AP

Clécio Luis Vilhena Vieira (Belém, Pará, 8 de abril de 1972) é um professor e político brasileiro. Clécio atualmente é o prefeito de Macapá. Eleito na eleição municipal de 2012 se tornando o primeiro prefeito do Partido Socialismo e Liberdade em uma capital. Já foi vereador duas vezes consecutivas, sendo o primeiro mandato pelo PT e o segundo pelo PSOL. Contribuíram para a vitória a imagem de "tocador de obras", de realizador e a sua facilidade de comunicação. Clécio foi reeleito prefeito no segundo turno das eleições em 2016.

MARCELO CRIVELLA
Rio de Janeiro - RJ

Marcelo Bezerra Crivella (Rio de Janeiro, 9 de outubro de 1957) é um engenheiro, escritor religioso e político brasileiro, filiado ao Republicanos e atual prefeito do Rio de Janeiro, cargo que ocupa desde 1 de janeiro de 2017.

Foi eleito senador pela primeira vez em 2002, com cerca 3,2 milhões de votos. Em 2010, se tornou o primeiro senador reeleito no estado do Rio de Janeiro em 24 anos. Exerceu seu mandato até sua posse como prefeito da capital fluminense, cargo para o qual foi eleito no segundo turno da eleição municipal de 2016, em disputa com Marcelo Freixo, do Partido Socialismo e Liberdade. Também foi ministro da Pesca e Aquicultura de 2012 a 2014.