14 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Pré-candidato a vereador é morto a tiros em Magé

O pré-candidato a vereador de Guapimirim, na Baixada Fluminense, Livercino Marcelino dos Santos, de 49 anos, conhecido como Lili da Kombi, 49 anos, foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (20) no município de Magé, na mesma região.

Segundo testemunhas, o crime aconteceu em frente ao bar da vítima. De acordo com a Polícia Militar, agentes do 34° BPM (Magé) foram acionados para uma ocorrência de homicídio, no bairro do Saco. No local constataram a morte de um homem vítima de disparos de arma de fogo.

A área foi isolada e o local preservado para o trabalho da perícia da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Livercino já havia sido candidato a vereador em 2012 e 2016, mas não ganhou as eleições. Segundo amigos, ele era uma forte liderança política na região.

Nas redes sociais, familiares lamentaram a morte. A advogada Rochelle Nascimentto dos Santos, filha do comerciante, publicou um vídeo em sua homenagem no Instagram. “Hoje é o dia mais triste da minha vida”, contou.

“Meus sentimentos pelo assassinato do amigo e liderança política de Magé e Guapimirim Lili da Kombi, que infelizmente teve sua vida interrompida”, disse um comentário.

 

Até o momento, não há informações sobre o enterro. Procurada, a Polícia Civil informou que diligências estão em andamento na DHBF para apurar a autoria e a motivação do crime.

Outros casos

Juliana Lira de Souza Silva, de 44 anos, pré-candidata a vereadora de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foi morta junto ao filho no último dia 15, no bairro Comary, naquele município. Nega Juh, como é conhecida, e Alexander de Souza Gomes, 27, foram atacados a tiros.

Na mesma semana, no dia 11, dois filhos da pré-candidata a vereadora Shirley Marinho foram mortos a tiros, em Seropédica, também na Baixada Fluminense. Everton Damião Sá Passos Nascimento Junior, 18, e Kauã Marinho Nascimento, 20, foram assassinados por homens encapuzados que chegaram à casa em carros semelhantes às viaturas da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *