Polícia de Hong Kong prende ex-editor chefe do Apple Daily

A polícia de Hong Kong prendeu um ex-editor do extinto jornal pró-democracia Apple Daily por “conluio como forças estrangeiras” crime definido pela controversa lei de segurança nacional.

Lam Man-chung foi a 9ª pessoa ligada ao jornal a ser presa. Em agosto de 2020, a polícia prendeu o magnata e dono do jornal, Jimmy Lai, e 2 filhos seus. Também entrou na sede do jornal para executar mandatos de busca e apreensão.

Em junho de 2021, o editor-chefe, Ryan Law, o CEO, Cheung Kim-hung, o diretor de operações, Chow Tat-kuen, o vice-editor-chefe, Chan Puiman, o editor-executivo, Cheung Chi-wai e o editor Fung Wiai-long foram detidos.

O jornal foi encerrou as atividades depois de pressão chinesa. A Next Midia, responsável pelo periódico, afirmou que a decisão foi tomada “com base na segurança dos funcionários”.

A lei de segurança nacional criada e aprovada por Pequim é criticada por ameaçar a liberdade de imprensa, garantida na Lei Básica de Hong Kong.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: