Polícia alemã derruba site de pornografia infantil com mais de 400 mil usuários

A polícia alemã derrubou um dos maiores sites clandestinos de pornografia infantil do mundo, com mais de 400 mil usuários, e prendeu quatro pessoas ligadas ao gerenciamento da plataforma, segundo promotores afirmaram nesta segunda-feira.

De acordo com um comunicado do Ministério Público de Frankfurt e do Departamento Federal de Investigações (BKA), o site Boystown (Cidade dos meninos, em português), existia, ao menos, desde junho de 2019 e era somente acessado por meio da darknet, uma rede anônima de compartilhamento de arquivos.

A plataforma permitia que os membros consumissem conteúdo de pornografia infantil e trocassem imagens em áreas de bate-papo por texto e também por meio de canais de voz.

“Entre as imagens e gravações de vídeo compartilhadas também estavam trechos de graves abusos sexuais contra crianças pequenas”, disseram os procuradores.

Os suspeitos, acusados ​​de operar e manter a plataforma, são um homem de 40 anos que mora em Paderborn, no oeste da Alemanha, outro de 49 anos de Munique e um terceiro de 58 anos do norte do país, que morou na América do Sul por vários anos, conforme esclareceu a polícia.

Um quarto homem, de 64 anos, que mora em Hamburgo, também foi preso por suspeita de ter se registrado como membro da plataforma em julho de 2019 e ter postado mais de 3.500 contribuições no site, o que o torna um dos usuários mais ativos.

Após as investidas, o Boystown foi desativado, de acordo com a polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: