PM morre em troca de tiros com milicianos em Nova Iguaçu

Policiais Militares da 8º DPJM (Delegacia de Polícia Judiciária Militar) com apoio da 3ª DPJM, foram até a Praça do Zumbi, em Jardim Iguaçu, em Nova Iguaçu, para cumprir mandado de prisão em aberto, expedido pela 1ª Vara Criminal Especializada da Comarca da Capital contra o PM reformado Willian Xavier Crisóstono, 55 anos. O mandado refere-se a um inquérito de 2020, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), pelo crime de promoção, ponstituição, financiamento ou integração de organização criminosa.
Segundo informações, ao chegar no local, a equipe foi recebida a tiros. No confronto o 2º Sargento da PM Carlos da Costa Lima Júnior, de 38 anos, lotado na 8º DPJM, foi baleado no tórax. Levado para Hospital Geral de Nova Iguaçu, o militar chegou à unidade em parada cardiorrespiratória, mas não resistiu aos ferimentos.
Após cessar a trocar de tiros, H.C.S.R., de 45 anos, foi encontrado ferido por um tiros de fuzil no braço e, ao lado dele, havia uma pistola. O suspeito foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros (CBMERJ) para o HGNI. Ainda segundo informações, os policiais encontraram um VW Polo branco de placa LMZ 6A99 perfurado com tiros onde no seu interior foi arrecadado um CRAF (Certificado de Registro de Arma de Fogo) em nome do Subtenente Willian Xavier, que foi alvejado. Ele teria sido socorrido por familiares e seu paradeiro é ignorado. De acordo com imvestigações, o subtenente seria integrante da milícia que atua nas localidades de Morro Agudo e de Jardim Iguaçu, desde fevereiro de 2019. O grupo paramilitar é investigado por diversos delitos, como extorsão e homicídio.
O bando tem como um dos integrantes Leonardo Oliveira Aguiar, o Léo Jaqueira, de 31 anos, preso pela DRACO em agosto do ano passado.

Movimentação de viaturas na Praça dos Zumbis, em Nova Iguaçu, onde ocorreu o confronto
Movimentação de viaturas na Praça dos Zumbis, em Nova Iguaçu, onde ocorreu o confronto Foto: Reprodução

PMS MORTOS EM 2021
Com a morte do 2º SGT/PM Carlos Júnior chega a 22 o número de Agentes de Segurança mortos em 2021. Sendo 16 da Polícia Militar, dois da Marinha do Brasil, um da Polícia Civil, um da Guarda Municipal, um do Degase e um do EB/Exército Brasileiro.
O Portal dos Procurados divulgou um cartaz para ajudar a DHBF, a 8ª DPJM e a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO-IE) com informações que possam levar a prisão de Williano Xavier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: