PlayStation 5: Sony pode liberar apenas 1 compra de console por pessoa

Parece que a Sony vai ter que tomar algumas medidas quando chegar a hora de vender o PlayStation 5 para o público.

Uma delas é limitar o número de consoles por comprador, com cada pessoa podendo comprar apenas uma cópia do videogame. A intenção é facilitar a distribuição e fazer com que a produção, que tem muitas peças vindas da China, dê conta da demanda.

De acordo com um usuário do Reddit, com informação confirmada pelo site IGN, um código no site da Sony mostra que uma mensagem de erro aparecerá ao usuário que tentar comprar mais um console.

“Você só pode adquirir uma versão do console PS5: disco ou digital. Você já adicionou um console PS5 ao carrinho”, diz o texto. O PlayStation 5 será o primeiro console de sua linhagem a ter as duas opções, mas só uma poderá ser comprada.A ideia também ajudará a combater os revendedores, que adquirem vários consoles na pré-venda e repassam, inflando assim o preço nas primeiras semanas de lançamento.PlayStation 5: Sony pode liberar apenas 1 compra de console por pessoa

A Sony também já confirmou que está dobrando a demanda inicial de fabricação dos videogames.

Sobre o PlayStation 5

PlayStation 5 é o próximo console da Sony e irá suceder, em breve, o PlayStation 4. Ele foi mencionado pela primeira vez por Mark Cerny, engenheiro chefe da empresa, em uma entrevista concedida em abril de 2019.

Em outubro do mesmo ano, a Sony confirmou oficialmente o PlayStation 5 para o mundo e divulgou suas novidades.

O console deve contar com um poderoso processador de oito núcleos, inspirado na terceira geração de chips Ryzen, da AMD; suporte à tecnologia ray tracing e gráficos na qualidade 8K; SSD como unidade de armazenamento e retrocompatibilidade com os games do seu antecessor.

Os primeiros jogos do PlayStation 5 já foram divulgados. Entre eles, estão: Godfall, The Lord of the Rings: Gollum, Watch Dogs: Legion, Gods and Monsters, Rainbow Six Quarantine e Outriders.

O PlayStation 5 chega ao mercado no final de 2020, mais precisamente perto das festas de final de ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: