Pinheiral avança para imunização de pessoas com comorbidades a partir dos 50 anos

A Prefeitura de Pinheiral avança nesta terça-feira, 04, a vacinação contra a Covid-19 para pessoas a partir dos 50 anos com comorbidades e continua os grupos específicos acima dos 18 anos. A vacinação está sendo realizada nas Unidades de Saúde da Família, seguindo o mesmo critério já estabelecido.

De acordo com o Plano Nacional de Imunização (PIN), as doenças inclusas nessa etapa são: diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão; cardiopatias; doença renal crônica; imunossuprimidos (HIV, câncer, transplantados); anemia falciforme; obesidade mórbida (índice de massa corpórea maior ou igual a 40); síndrome de down e cirrose hepática. Gestantes só poderão ser vacinadas mediante prescrição médica. Confira na íntegra o documento de comorbidades inclusas no PNI, do Ministério da Saúde: https://www.gov.br/…/plano-nacional-de-vacinacao…/view.  

Os grupos específicos acima dos 18 anos são os portadores de Síndrome de Down, insuficiência renal, anemia falciforme, obesidade grau 3, cirrose hepática e imunossuprimidos e transplantados.

Para receber as doses, no entanto, será necessário reunir documentos para comprovar a condição médica como exames, receitas, laudo, declaração, prescrição ou relatório médico, que demonstre pertencer a um dos grupos de risco estabelecidos pelo Ministério da Saúde, através do PNI. Todos os critérios de vacina e imunização, como público-alvo, quantidade de doses disponibilizadas e idades são previamente estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário de Saúde, Everton Alvim, as equipes têm se empenhado para dar agilidade à vacinação. “Estamos trabalhando incansavelmente para que a população receba a vacinação o mais breve possível, sobretudo, nesta etapa que estamos imunizando as pessoas com comorbidades. Esperamos que, tão logo esta etapa seja concluída, possamos avançar nas faixas etárias”, disse.

É importante esclarecer ainda que de acordo com a Norma Técnica, do Ministério da Saúde, os municípios não podem guardar vacinas para realizar a segunda dose. A cada remessa recebida tem a quantidade e destinação definida por eles.  

Atenção, às pessoas que estão nesta faixa etária e não possuem cadastro nas Unidades de Saúde do seu bairro, devem regularizar a situação para que as equipes entrem em contato para agendamento e recebimento da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: