PIB das principais economias da União Europeia cai no 1º trimestre

As maiores potências  da UE (União Europeia) apresentaram queda no PIB (Produto Interno Bruto) no 1º trimestre de 2021. Os resultados foram publicados nesta 6ª feira (30.abr.2021) pela agência europeia de estatísticas Eurostat. Eis a íntegra (222 KB).

A maior queda foi de Portugal, com 3,3%. A Alemanha, uma das maiores economias do mundo, teve queda de 1,7%. Já a Itália e a Espanha, que caíram 0,4% e 0,3%, respectivamente.

O único país, entre as principais economias da UE, que apresentou alta no PIB nos 3 primeiros meses de 2021 foi a França, com 0,4%. Com isso, a economia da zona do euro (que conta com 19 países) encolheu 0,6% no período quando comparado ao trimestre anterior. Já a UE (com 27 países) encolheu 0,4%.

Os números do 1º trimestre de 2021 seguem outra queda, nos últimos 3 meses do ano passado. Na época muitos países enfrentavam um aumento no número de casos de covid-19. Governos adotaram restrições mais rígidas para a circulação de pessoas e funcionamento do comércio. Algumas restrições permaneceram em vigor durante o início do ano.

Essa foi a realidade de Portugal, que teve restrições severas nos primeiros meses do ano por causa da covid-19. O aumento de casos impactou a economia e fez com que o país tivesse o pior resultado entre as maiores economias da região.

A Alemanha 8,5% no 3º trimestre e apenas 0,1% no 4º trimestre. Agora, caiu 1,7% comparado com o período anterior. Os impactos econômicos da covid-19 fizeram com que o consumo das famílias diminuísse no período, segundo a Destatis, agência de estatísticas alemã.

O PIB da França, por outro lado, subiu 0,4% no 1º trimestre porque o consumo das famílias aumentou. Os investimentos empresariais também tiveram alta, de acordo com o Insee, instituto de estatísticas francês. O país está conseguindo se recuperar depois de uma retração de 1,3% no último trimestre de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: