Petrópolis vai receber programa estadual Bairro Seguro

O anúncio foi feito pelo prefeito interino Hingo Hammes, após encontro com o governador Cláudio Castro no Palácio Guanabara.

Petrópolis receberá mais um reforço na segurança pública. Em encontro com o governador Cláudio Castro, realizado nesta terça-feira (15) no Palácio da Guanabara, na capital, o prefeito interino Hingo Hammes recebeu a notícia de que a cidade da região serrana passará a integrar o programa Bairro Seguro, recém lançado pelo governo estadual e que tem como meta a redução de furtos e roubos através do reforço de policiamento.

“É um compromisso do governador com a nossa cidade, que vai ajudar a reforçar as ações de segurança pública. Além do aumento no policiamento, há ainda a aproximação das equipes de segurança com os moradores”, destaca o prefeito interino de Petrópolis.

No anúncio realizado na segunda-feira (14), o governo do Estado informou que o projeto Bairro Seguro atenderá 28 localidades da capital e da cidade de Maricá, e na terça-feira (15) que Petrópolis também contará com o reforço. O Bairro Seguro é o segundo de uma série de projetos para a segurança pública do Rio de Janeiro. O primeiro, foi o lançamento de um projeto para monitorar as divisas do Estado e tentar diminuir as guerras entre facções de diferentes comunidades do Rio.

Cidade mais segura do Estado

Petrópolis foi eleita em levantamentos recentes (2018 e 2019) a cidade mais segura do Estado do Rio de Janeiro, no Atlas da Violência, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública – FBSP. No início deste ano, apareceu como a  terceira melhor cidade para se viver no estado, no ranking do Índice dos Desafios da Gestão Municipal.

Hoje, a cidade conta com mais de 50 câmeras de segurança que fazem parte do sistema de monitoramento do Centro Integrado de Monitoramento e Operações de Petrópolis – Cimop espalhadas por toda a cidade. 

“Nós temos uma parceria importante com as forças de segurança pública do Estado (polícias Civil e Militar). Quando há demanda de investigação ou policiamento, discutimos essas necessidades e pedimos o reforço, bem como o apoio nas ações de segurança pública, que dizem respeito às atribuições do município. Um reforço no policiamento certamente ajudará a tornar esse trabalho ainda mais eficaz”, destaca a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública – SSOP, Karina Bronzo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: