fbpx

Petrópolis tem 60,66% dos grupos prioritários vacinados com a primeira dose

Dentre 130.430 pessoas estimadas para a vacinação 26% tomaram a 2ª dose

Com percentuais de vacinação contra a covid-19 que colocam a cidade à frente das médias do Estado e do país em relação ao total de moradores vacinados, Petrópolis tem resultados ainda melhores quando considerado especificamente o público alvo estabelecido pelo Ministério da Saúde para vacinação na cidade. Dentre 130.430 moradores da cidade que fazem parte dos grupos prioritários elencados no Plano Nacional de Imunização, 60,66% receberam a primeira dose e 26% concluíram o esquema de vacinação, tomando também a segunda dose. Até terça-feira (25/05) equipes do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde vacinaram 79.121 pessoas com a primeira dose e 33.919 pessoas.

“Os novos índices confirmam que estamos no caminho certo. Temos servido de referência, com um trabalho organizado e responsável. A campanha não precisou ser interrompida em nenhum momento e garantimos a segunda dose a todos que receberam a primeira dose na cidade”, explica o prefeito interino Hingo Hammes.

O levantamento feito pelo setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, que aponta o índice de 60,66% do público alvo vacinados com a primeira dose, tem como base a estimativa do Ministério da Saúde que aponta que 130.430 moradores de Petrópolis fazem parte dos grupos prioritários elencados nas quatro fases da campanha de imunização contra a covid-19.

“É um percentual positivo, considerando que a estimativa do Ministério engloba todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários. A equipe da Secretaria de Saúde segue com o planejamento para continuarmos ampliando a vacinação para outras faixas etárias, o que depende da chegada de novos lotes destinados a primeiras doses”, assinala o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho.

Esta semana a Secretaria municipal de Saúde iniciou a vacinação de pessoas com paralisia cerebral acima de 18 anos e pessoas com demais doenças neurológicas (estas estão sendo vacinadas por faixa etária, com aplicação, neste momento, em maiores de 40 anos). A aplicação do imunizante neste público segue a orientação do Ministério da Saúde, que incluiu as doenças neurológicas entre as comorbidades previstas no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19. Por conta da escassez de primeiras doses, a vacinação de pessoas com comorbidades foi escalonada por faixas etárias, atendendo atualmente às pessoas com mais de 40 anos e com novas ampliações a serem feitas conforme a entrega de novos lotes de vacinas. 

Petrópolis tinha até terça-feira (25/05) 25,79% dos 306.678 moradores vacinados com a primeira dose e 11,06% de toda população com o esquema de vacinação completo – com a segunda dose. A cidade segue com índices acima das médias nacional e do Estado do Rio de Janeiro.

O Plano Nacional de Vacinação

Petrópolis segue o Plano Nacional de Vacinação, que determina a vacinação de todas as pessoas maiores de 18 anos (neste momento ainda não há aprovação, no Brasil, da vacina para crianças e adolescentes). Em função da quantidade de doses insuficiente para todo o público simultaneamente, o Ministério da Saúde elencou os grupos prioritários, que foram divididos em quatro fases, começando pelos idosos com mais de 75 anos (1ª fase), idosos com 60 a 74 anos (2ª fase), pessoas com comorbidades com 18 a 59 anos (3ª fase) e trabalhadores de áreas como educação, limpeza pública e transporte (4ª fase).

Trabalhadores da saúde também estão na lista de prioridades. Após a conclusão da vacinação nestes grupos, conforme prevê o Plano Nacional de Vacinação, será aberto o cadastramento para a parcela da população que não faz parte dos grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde.

Confira quem pode se cadastrar para tomar a vacina contra a covid-19 no momento:

– Pessoas com comorbidades (listadas no Plano Nacional de Imunização) maiores de 40 anos.

– Trabalhadores da Saúde a partir de 30 anos

– Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos

– Pessoas com autismo maiores de 18 anos

– Pessoas com paralisia cerebral maiores de 18 anos

– Pacientes renais crônicos em diálises maiores de 18 anos

– Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com mais de 40 anos.

– Idosos com mais de 60 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: