fbpx

Petrópolis: Secretária de Assistência Social participa de webinário sobre moradores de rua

A secretária de assistência social, Rosane Borsato, participou nesta terça-feira (17) do Seminário “População em Situação de Rua: Resistir & Existir”, que reuniu assistentes sociais de várias cidades brasileiras. O evento, que se estende até está quinta-feira (19), foi aberto pelo padre Júlio Lancellotti, um dos maiores especialistas no trabalho com pessoas em situação de rua.  

Com mais de 40 municípios inscritos, o seminário contou com apresentações de experiências sobre a atuação da assistência social em diferentes localidades.  Durante todo o dia, foram debatidos temas referentes ao desenvolvimento e aplicação das políticas públicas relacionadas à população em situação de rua.  Participaram também psicólogos, pedagogos e pessoas que vivem o drama da falta de um lar.

O evento trouxe à realidade questões relacionadas a pandemia e os desafios na implementação de políticas públicas para este público, com a necessidade de ampliar espaços de acolhimento por causa dos riscos de contaminação, disseminação e adoecimento. A secretária Rosane Borsato falou da experiência do governo municipal no direcionamento das ações para amenizar o drama daqueles que são pessoas em situação de rua nesses tempos da Covid-19.

Rosane explicou que através do CadÚnico – um dos instrumentos utilizados para aprimoramento das políticas públicas -, é possível mapear os bolsões de pobreza no município, priorizando no desenvolvimento do trabalho. Além disso, Petrópolis realizou neste ano um censo para identificar o número de pessoas em situação de rua, o que contribuiu para identificar as melhores políticas da assistência aos desfavorecidos.  

“Participar do seminário com o trabalho que desenvolvemos no município é mostrar a valorização do ser humano, enquanto pessoa de direitos com as quais aprendemos a ser melhor a cada dia. Há muito a fazer, mas neste 19 de agosto, dia de luta da população em situação de rua, a Rede PopRua tem o que comemorar: encaminhar ao legislativo a minuta do PL, que garante a Lei Municipal da População em Situação de Rua. É um marco na história do município, conquistado e construído por aqueles e aquelas que hoje vivem nesta situação, mas almejam uma sociedade mais justa e igualitária”, declarou a secretária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: