fbpx

Petrópolis: Saúde realiza avaliação multidimensional de idosos na UBS Lusitano

Avaliar a cognição, mobilidade, comunicação e humor dos idosos com mais de 60 anos. Esse foi o objetivo do atendimento realizado nesta sexta-feira (20) na UBS Lusitano, no Caxambu, pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Petrópolis. As consultas foram feitas em horário pré-agendado, com avaliação de uma equipe multidisciplinar, que atendeu 15 idosos.

Vera Regina Alves, de 60 anos, foi uma das atendidas na unidade na avaliação desta sexta-feira. Ela conta como foi a recepção: “O atendimento foi muito bom. Só tenho elogios a toda a equipe. Mediram minha pressão, fui consultada com um dentista e conversamos sobre o meu estado físico. Gostei muito”.

O Caxambu é o segundo bairro da cidade a receber os atendimentos. A atividade já foi realizada no Alto da Serra e a intenção é expandir para outras regiões de Petrópolis. Também já foram visitadas oito instituições de longa permanência da cidade. O intuito é realizar o mapeamento dos idosos do município e planejar as ações de acordo com os resultados das regiões. A ação terá continuidade na unidade de saúde na próxima sexta-feira (27).

No atendimento, o idoso é classificado de acordo com um questionário de perguntas para diagnosticar o índice de vulnerabilidade clínico-funcional. A sua pontuação aponta se ele é robusto, frágil ou em risco de fragilização, ligada a autonomia e independência das atividades do dia a dia. Petrópolis conta com 52.864 idosos com mais de 60 anos. Desses, 180 possuem mais de 100 anos de idade.

A coordenadora da Atenção da Saúde do Idoso de Petrópolis, Rita Cássia Ravaglia Campos, relata que ficou satisfeita com os atendimentos realizados na UBS Lusitano: “Fizemos um evento de sucesso. Foi constatado o alto número de idosos robustos aqui, que são autônomos de doenças e de idade. Eles dão conta das atividades dentro e fora de casa. Além disso, entregamos kits de prevenção a covid-19 com duas máscaras, álcool em gel e sabonete. Também foi feita a capacitação dos profissionais para o atendimento”.

Para os idosos que são classificados com maior fragilidade, é feito um plano de terapêutico de cuidados para o tratamento de forma emergencial, prioridades secundárias e terciárias. Além disso, é feito o diagnóstico de que forma a comunidade pode acolher ele no local em que está inserido. Também são realizados encaminhamentos para exames laboratoriais e avaliações clínicas especializadas.

Na última segunda-feira (16), o prefeito interino Hingo Hammes e o secretário de Saúde, Aloisio Barbosa Filho, visitaram a unidade que completou um ano de inauguração. Ela conta com uma equipe com um médico, dentista, enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliar de saúde bucal, agentes de Saúde e equipe do Nasf, composta por educador físico, farmacêutico, assistente social, fisioterapeuta e psicólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: