Pelo segundo mês consecutivo, hospital de emergência de Resende trata 100% dos pacientes elegíveis com AVC Isquêmico em junho

Unidade inaugurou em março o primeiro Centro de Neurointensivismo do Sul Fluminense; tratamento de trombólise é feito adequadamente quando o paciente é encaminhado ao hospital em até quatro horas e meia do primeiro sintoma

O Hospital de Emergência Henrique Sérgio Gregori de Resende obteve um resultado muito eficiente no tratamento de pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico pelo segundo mês consecutivo. Em maio e junho, o hospital alcançou a marca de 100% dos pacientes diagnosticados com AVC isquêmico tratados adequadamente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, dos 35 pacientes atendidos em junho, 11 deles são hipertensos, sendo um dos principais riscos para o AVCI.

O tratamento medicamentoso do Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, chamado de trombólise (que consiste no uso do medicamento para dissolver o trombo), desempenha um papel fundamental em dissolver os trombos que obstruem os vasos sanguíneos no cérebro. Porém, é essencial ressaltar que esse procedimento deve ser realizado dentro de um prazo crucial de até quatro horas e meia a partir dos primeiros sinais do AVC. Portanto, é imprescindível que os pacientes ajam rapidamente ao perceberem os sintomas iniciais, acionando imediatamente os serviços de urgência e emergência para serem socorridos e encaminhados ao Hospital de Emergência, capaz de realizar os exames necessários para detectar o AVC.

Uma vez identificado, o tratamento medicamentoso é iniciado imediatamente para garantir melhores chances de recuperação e diminuir as possíveis sequelas. Contudo, é importante ressaltar que, se o prazo de quatro horas e meia for ultrapassado, o paciente não poderá receber o tratamento da trombólise.

Vale lembrar que, em março, a Prefeitura de Resende fez a entrega simbólica do primeiro Centro de Neurointensivismo do Sul Fluminense, destinado ao tratamento de pacientes que foram acometidos por condições neurológicas comprometidas, principalmente Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O secretário de saúde, Jayme Neto, falou sobre a satisfação com o resultado alcançado pelo Hospital de Emergência.

– Ficamos muito felizes e gratos em atender todos os pacientes necessitados dentro dos protocolos internacionais. Essa conquista reflete o empenho e a competência de toda a equipe envolvida. Temos um compromisso em continuar investindo em recursos e infraestrutura para garantir que o HME mantenha sua excelência no atendimento aos pacientes com AVC isquêmico. Buscamos constantemente aprimorar nossas práticas médicas, com o objetivo de salvar vidas e promover o bem-estar da comunidade – explicou Jayme.

– Ao atender pacientes dentro dos protocolos internacionais considerados os mais avançados na medicina, a Saúde de Resende demonstra o compromisso em fornecer um atendimento de alto padrão. Ao inaugurarmos a nova ala do Hospital de Emergência, estávamos preparados para tratar os pacientes com o que há de mais tecnológico. Aproveito para agradecer a dedicação e comprometimento dos funcionários do Hospital, que passaram por treinamento e trabalham diariamente no acolhimento de pacientes e familiares tratados no HME – finalizou o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *