‘Pega a visão’: Hospital do Olho de Belford Roxo faz mais de 100 mil procedimentos em agosto e inaugura novo centro cirúrgico

 Inaugurado no início de junho deste ano, o Hospital do Olho, em Belford Roxo, superou as expectativas de atendimento. Para continuar trabalhando com a qualidade e funcionalidade, a unidade abre nesta segunda-feira (03-10), mais um centro cirúrgico para ajudar a realizar os procedimentos de catarata e pterígio. O hospital tem capacidade para realizar até 300 cirurgias por dia, que hoje acontecem às segundas e quintas-feiras. Outra novidade é a operação do novo equipamento OCT (Tomografia de Coerência Óptica) que é capaz de capturar imagens do fundo do olho, tornando possível diagnosticar doenças como retinopatia diabética e o edema macular, por exemplo. No mês de agosto, o Hospital fez 102.977 procedimentos, (incluindo exames e cirurgias), 22% a mais que em julho, cujo número foi 83.599.

                O Hospital do Olho tem 4 mil metros quadrados e é todo climatizado, com sala de triagem, sete banheiros, salas de espera ampla, oito consultórios e três centros cirúrgicos.

            O Hospital ainda oferece as seguintes cirurgias: catarata (opacidade de visão), Yag laser (limpeza das lentes), pterígio (conhecido como “carne no olho”, quando a membrana avança sobre a córnea), estrabismo (distúrbio que afeta o paralelismo entre os dois olhos, que apontam para direções diferentes), granuloma (popularmente conhecido como “cicatriz na vista”) e retirada de corpo estranho dos olhos.

            Dentre os principais procedimentos, o destaque em agosto ficou por conta das 14.987 consultas oftalmológicas feitas pela unidade. Em seguida vem mapeamento de retina (exame ocular que serve para investigar detalhadamente a retina, parte do olho responsável pela formação das imagens). “O Hospital do Olho de Belford Roxo vem suprir e complementar a nossa rede de Saúde, evitando que moradores do município se dirijam a outra cidade para buscar atendimento oftalmológico. A procura é muito grande e estamos conseguindo supri-la”, argumentou o secretário de Saúde, Christian Vieira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.