Para 75,9%, sexualidade do candidato não muda o voto, diz Paraná Pesquisas

Um levantamento do Paraná Pesquisas divulgado na 3ª feira (20.jul.2021) mostra que para 75,9% dos brasileiros, um candidato à Presidência ser gay não altera a intenção de voto. Para 13,7%, a vontade de votar no candidato diminui, enquanto para 5,8%, aumenta. O que não souberam ou não opinaram foram 4,6%.

Eleito governador do RS em 2020, Eduardo Leite é o único assumidamente gay a comandar um Estado atualmente

A pesquisa foi realizada de 15 a 19 de julho de 2021, por meio de entrevistas telefônicas com 2.033 pessoas de 16 anos ou mais, moradoras de 192 cidades, das 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e a taxa de confiabilidade é estimada em 95%.

Eis a íntegra do Paraná Pesquisas (168 KB).

O percentual de pessoas que afirmam que um candidato ser gay diminui a vontade delas votarem nele foi maior entre as pessoas do sexo masculino (15,8%), principalmente as que têm 60 anos ou mais (21,4%). A resposta também foi mais frequente entre aqueles que estudaram até o ensino fundamental (16,8%) e que moram no Sul do país (15,9%).

Já a resposta de que esse fator é um incentivo para o voto foi mais comum entre o sexo feminino (6,9%), principalmente as mais jovens, entre 16 e 24 anos (10,4%) e que moram no Sudeste (7,5%).

A pergunta sobre um candidato gay foi a única realizada pela pesquisa. Outras identidades ou orientações sexuais não foram abordadas.

A pesquisa foi realizada depois que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), se declarou homossexual durante entrevista concedida ao jornalista Pedro Bial.

Nesse Brasil, com pouca integridade nesse momento, a gente precisa debater o que se é, para que se fique claro e não se tenha nada a esconder. Eu sou gay, eu sou gay. E sou um governador gay, não sou um gay governador, tanto quanto Obama, nos Estados Unidos, não foi um negro presidente, foi um presidente negro, e tenho orgulho disso”, afirmou.

O governador, de 36 anos, é atualmente o único homem assumidamente gay a comandar um Estado. Ele também é o único assumidamente gay a tentar uma vaga nas eleições presidenciais de 2022 -Leite é um dos políticos que deseja ser o nome do PSDB para a disputa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: