Papo com Ceni, apoio do elenco e agonia na televisão: Thiago Maia volta a ser torcedor na reta final do Flamengo

Por ironia do destino, Thiago Maia precisou voltar aos tempos de torcedor do Flamengo justo na reta final da temporada. Fora de combate desde novembro devido a uma complicada cirurgia no joelho, o volante é desfalque na briga pelo título, mas se manteve no dia a dia do Ninho do Urubu, convivendo com os companheiros e o técnico Rogério Ceni.

A diferença, mesmo, é no dia dos jogos. A avidez em frente à televisão de quando era apenas torcedor deu lugar ao nervosismo de quem agora acompanha seus colegas em campo. Um sentimento que lhe impossibilita assistir por completo às partidas da equipe.

– Eu não curto assistir. Fico nervoso demais. Tento ver só os lances. Eu já ficava nervoso quando era torcedor, agora então… Eu vejo um pouco, paro, saio, acompanho no aplicativo. Fico só na oração mesmo – contou Thiago Maia, em entrevista.

Thiago Maia caminha no campo do Ninho — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Torcedor assumido do Flamengo antes mesmo de ser contratado pelo clube, em janeiro de 2020, Thiago chegou a ter um vídeo seu viralizado na Internet, no qual acompanhava – com boas doses de nervosismo – a final da Libertadores de 2019.

Como jogador, ele vivia seu melhor momento na equipe quando sofreu grave lesão ligamentar no joelho esquerdo no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, em 14 de novembro. Afastado desde então, terá de acompanhar de longe a partida contra o Internacional, neste domingo, decisiva nas pretensões rubro-negras no Brasileirão.

“Para o próximo jogo já dá?”

Mesmo com a lesão, Thiago, na medida do possível, não desgrudou do elenco. Desde que passou a se recuperar no Ninho do Urubu, ele trabalha sempre no mesmo período que os companheiros. É uma forma de manter contato, receber apoio dos colegas e também conversar com Rogério Ceni.

– Toda vez que eles me veem, perguntam: “E aí, para o próximo jogo já dá?” (risos). Principalmente o Rogério. Ele faz questão de ir lá na fisioterapia falar com a gente, saber como que está. Isso é bem bacana. Mostra como ele está disposto. Conversei com ele, falei que o time está evoluindo, está encaixado. Agora é torcer para conseguir a vitória, que é o mais importante.

O tom otimista de Thiago tem a ver com seu momento. Depois de um período de tristeza ao saber da gravidade da contusão, o volante está evoluindo bem no tratamento. Na semana passada, ele fez seu primeiro contato com bola desde que sofreu uma lesão ligamentar no joelho esquerdo.

Para se adaptar à nova realidade e encontrar forças para se recuperar o mais rápido possível, Thiago encontrou apoio dos companheiros e também em casa. Jogadores como Filipe Luis, Rodrigo Caio e Diego ligaram para o volante. Na vida pessoal, o casamento com Isadora Pompeo marcou uma nova fase.

– Meu maior medo sempre foi machucar o joelho. Mas não tenho muito do que reclamar, não. Muitas coisas aconteceram na minha vida. Eu casei, consegui comprar a casa dos meus sonhos junto com a minha esposa. Aconteceram várias coisas em meio à pandemia, em meio à lesão. Eu tenho mais aprendido do que sofrido. Quando o Tannure me ligou para dar a notícia, fiquei meio abalado. Alguns jogadores me ligaram dando apoio, falando que estavam comigo. Eu também estava com a minha família aqui. Isso foi me ajudando muito – lembrou.

Thiago Maia e Isadora Pompeo durante casamento em dezembro — Foto: Reprodução

No momento, Thiago vem fazendo trabalho de fisioterapia, com sessões de bicicleta e fortalecimento muscular, sempre acompanhado por profissionais do Flamengo no Ninho do Urubu. A previsão inicial conservadora dá conta de que o volante ainda precisa de mais seis meses para voltar a jogar.

A renovação do empréstimo com o Lille, até o fim do ano, já está encaminhada pelo Flamengo. Será a possibilidade de Thiago deixar de ser espectador e voltar a contribuir da melhor forma por novos títulos: dentro de campo.

– Eu estava na melhor fase no Flamengo. O que mais quero é voltar. Sei que vou voltar mais forte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: