Papa Francisco cancela participação em Via Sacra na última hora; medida é para ‘preservar sua saúde’, diz Vaticano

Foi a segunda vez consecutiva em que isso aconteceu. Em 2023, participação havia sido cancelada por conta de uma bronquite.

O Papa Francisco cancelou no último minuto a sua presença na procissão da Sexta-Feira Santa (29) no Coliseu de Roma, no que o Vaticano descreveu como uma tentativa de “preservar a sua saúde” antes de mais compromissos da semana da Páscoa.

A agenda do pontífice para os próximos dois dias inclui uma vigília pascal no sábado (30) à noite e uma Missa de Páscoa e a mensagem “Urbi et Orbi” (para a cidade e o mundo) no domingo (31) de manhã.

O Vaticano anunciou a ausência do papa na procissão da “Via Crucis” (Via Sacra) quando ela estava prestes a começar, dizendo em comunicado que a acompanharia remotamente de sua residência.

A súbita ausência do pontífice argentino, que tem 87 anos, joga luz sobre o declínio da sua condição física. Francisco usa bengala ou cadeira de rodas para se movimentar devido a um problema no joelho e sofre repetidos episódios de bronquite e gripe.

A Via Sacra, no Coliseu de Roma, é uma procissão que reconstitui a morte de Jesus Cristo. Fiéis caminham dentro e ao redor da antiga arena romana, parando para orar e ouvir meditações.

Papa Francisco beija pé de uma mulher encarcerada na Itália na última quinta (28) — Foto: Vatican Media/Via Reuters

Papa Francisco beija pé de uma mulher encarcerada na Itália na última quinta (28) — Foto: Vatican Media/Via Reuters

A Semana Santa termina no domingo com a Páscoa, a data mais importante da Igreja Católica — comemorando o dia em que os cristãos acreditam que Jesus ressuscitou dos mortos.

Francisco também não compareceu à procissão em 2023, depois de se recuperar de uma internação hospitalar de quatro dias por bronquite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *