PAOK insiste em retorno imediato, mas Vasco assegura permanência de Léo Jabá

O bom momento de Léo Jabá no Vasco não passou despercebido. O PAOK, clube que o emprestou até março de 2022, pediu o retorno imediato do atacante. O Vasco, no entanto, entende que não é obrigado a devolvê-lo no momento e assegura a permanência do jogador, apesar da insistência dos gregos.

Jabá foi liberado para resolver a situação com seus representantes, viajou nesta terça para São Paulo e está fora do jogo contra o Sampaio Corrêa, sexta, em São Januário. O Vasco aguarda o retorno do jogador aos treinos no mesmo dia e não vê a possibilidade de perder o atleta no momento, a não ser que a negociação envolva dinheiro. A informação foi publicada primeiramente pelo Lancenet e confirmada pelo ge.

– Está tudo resolvido. Tudo alinhado com Vasco e com PAOK. O mais importante é que o Léo está focado em ajudar o Vasco a subir para Série A. Nossa gratidão será eterna ao Vasco, que apostou na recuperação do atleta. Teve um pedido do novo treinador (do PAOK), que já conhece bem o Léo, inclusive pessoas ligadas ao treinador nos ligaram confirmando o interesse em contar com ele. Mas nós conversamos muito com Pássaro, depois com a família do Léo, e o melhor para ele é continuar aqui e ajudar no projeto do Vasco. Amanhã (sexta) já estaremos no Rio, e ele voltará a treinar para estar à disposição do treinador para terça-feira, contra o Coritiba – disse Fransergio Bastos, empresário de Jabá, ao ge.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

PAOK pediu retorno de Jabá, mas Vasco não abre mão do atacante para sequência da Série B — Foto: André Durão

O PAOK manifestou o interesse em contar com Léo Jabá antes do jogo contra o Cruzeiro, pela 6ª rodada da Série B. O pedido partiu do novo técnico do clube grego. O Vasco, no entanto, comunicou que pretende ficar com o jogador até o fim do empréstimo e se vê respaldado por contrato. O atleta também manifestou o interesse em seguir no Brasil. Apesar da negativa, os gregos insistiram na volta imediata do atacante e, antes do jogo contra o Goiás, na semana passada, ameaçaram cortar o pagamento dos salários do atleta.

O Vasco vê a situação definida e assegura a permanência de Jabá. Diante do cenário, no entanto, o diretor Alexandre Pássaro liberou o atacante para viajar para São Paulo para se reunir com seus representantes. Ele é aguardado na sexta em São Januário. O atleta, que tem contrato longo com o PAOK, deseja permanecer em São Januário, mas não quer ficar em situação delicada com os gregos, com quem tem contrato longo.

Jabá foi emprestado em março ao Vasco e ficou acordado que o PAOK arcaria com 50% de salário do atacante, que renunciou aos outros 50% que caberiam ao Vasco, com a condição de recuperar parte dele mediante contrato de produtividade.

Por contrato, o Vasco poderia devolver o Léo Jabá ao PAOK na janela do meio do ano, caso ele não atingisse um número mínimo de jogos nos primeiros três meses. O atacante, no entanto, vem jogando com regularidade, marcou um gol, deu quatro assistências e agradou. Ao lado de Marquinhos Gabriel e Léo Matos, Jabá é quem mais serviu os companheiros na temporada.

Caso Léo Jabá seja vendido pelo PAOK durante o empréstimo ao Vasco, o clube brasileiro terá direito a 15% da negociação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: