Pandora anuncia que deixará de vender diamantes minerados

A maior fabricante mundial de joias, Pandora, vai deixar de usar diamantes de minas e apostar em joias criadas em laboratórios, segundo nota divulgada nesta 3ª feira (4.mai.2021). A decisão integra a estratégia do grupo para utilizar materiais obtidos de formas mais sustentáveis e que levem em conta os direitos humanos.

Em nota, o CEO da Pandora, Alexander Lacik, disse que “A Pandora continua sua busca para disponibilizar joias incríveis para mais pessoas e hoje estou orgulhoso de anunciar o lançamento do Pandora Brilliance. É uma nova coleção de joias lindamente projetadas com diamantes criados em laboratório. Eles são tanto um símbolo de inovação e progresso quanto de beleza duradoura e são um testemunho de nossa agenda de sustentabilidade contínua e ambiciosa. Os diamantes não são apenas para sempre, mas para todos”.

No ano passado, um relatório da HRW (Humans Rights Watch) – eis a íntegra – informou que “a maioria das joalherias não podia garantir aos consumidores que suas joias não estão contaminadas por abusos dos direitos humanos”.

Para o WDC (World Diamond Council), que representa a indústria de diamantes extraídos, as pedras preciosas feitas em laboratório não são a resposta. O conselho diz que qualquer sugestão de que “teriam um papel na prevenção do comércio de diamantes de conflito é espúria e não baseada em fatos”.

O WDC acrescenta que para as pessoas que vivem em comunidades de mineração artesanal e de pequena escala de diamantes, parar a mineração de diamantes “removeria uma fonte primária de renda” e “teria impactos devastadores em seus meios de subsistência, causando pobreza e mais agitação”.

No ano passado, a Pandora já se tinha comprometido a parar de depender do ouro e prata recém extraídos das minas, decisão que antecede a nova de evitar diamantes.  A empresa pretende, até 2025, usar apenas metais preciosos reciclados para que as suas operações sejam neutras em carbono até ao ano do compromisso.

JOIAS COM DIAMANTES DE LABORATÓRIO

Os diamantes de laboratório da Pandora estão sendo fabricados na Grã-Betanha, e o Reino Unido é o 1º país onde eles serão vendidos. As novas joias com diamantes custarão a partir de 250 euros (R$ 1650, aproximadamente).

Embora os diamantes sejam tradicionalmente só uma parcela muito pequena dos 100 milhões de peças que a Pandora vende em todo o mundo a cada ano, Lacik acredita que isso será impulsionado pelos preços mais baixos.

“A joalheria Pandora hoje é muito mais um tipo de joia do dia a dia, embora uma grande parte dela seja dotada. A forma como a indústria de diamantes foi criada em grande parte tem como foco a oferta de presentes e, em particular, quando as pessoas ficam noivas ou casam “.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: