Paes cria ponto facultativo por um ano do fim de medidas restritivas no Rio

Em 2 de setembro o Rio de Janeiro vai celebrar o ‘Dia do Reencontro’, decretado nesta segunda (8) pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) para registrar o período de um ano de retomada de eventos e circulação das pessoas após as medidas restritivas de combate à Covid 19.

De acordo com o texto do decreto, será ponto facultativo na data e não haverá expediente para os servidores da prefeitura.

Na publicação do Diário Oficial, o prefeito destacou também que a data coincide com a primeira edição Rock in Rio, um dos maiores eventos de música e entretenimento do mundo, após o início da pandemia de Covid-19.

As edições de 2021 do festival no Brasil e em Portugal foram adiadas por causa da pandemia. Em março deste ano, o Rock in Rio foi declarado patrimônio cultural imaterial da cidade e do estado do Rio de Janeiro.

O festival esse ano vai acontecer entre os dias 2 e 11 ​de setembro na “Cidade do Rock”, onde é montada a estrutura do evento na zona oeste.

Em comunicado à imprensa, Roberto Medina, presidente e criador do festival, disse estar feliz com a escolha da data após o período do isolamento. Ele também afirmou que a música é um dos maiores símbolos para o reencontro de todos.

“Estamos celebrando o fato de o ‘Dia do Reencontro’ ter sido escolhido para a mesma data de início do Rock in Rio, afinal, qual melhor lugar para celebrar e se reunir com os amigos e a família? Será um dia não apenas de reencontro como de paz. O festival traz mais uma vez o sentimento de esperança e alegria, porque a vida, mais uma vez, está recomeçando”, disse Medina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.