fbpx

Pacientes recuperados da Covid-19 recebem acompanhamento de Saúde de Resende

Desde o início da pandemia, a Prefeitura de Resende está empenhada não só em conter o avanço da doença, mas também em cuidar de todas as maneiras possíveis daqueles que enfrentaram e enfrentam a COVID-19. Para que o município ofereça o suporte adequado, o planejamento é feito de forma a cuidar da população desde o primeiro atendimento nas tendas de síndromes gripais até o tratamento de possíveis sequelas.   

Em maio de 2020, a gestão municipal destinou um ambulatório próprio para o acompanhamento e tratamento de pacientes que passam pela internação. A chefe e coordenadora Mayana Raposo Ferreira Nolasco é quem acompanha cada um dos casos e encaminha os casos com necessidade de tratamento posterior à internação. Todos os pacientes que passam por esse acompanhamento podem entrar em contato com o serviço do ambulatório através de um número de telefone.  

– Acompanho os pacientes durante a internação no HME e percebi que muitos pacientes precisavam passar por esse processo porque mesmo após a alta, precisam de anticoagulante, oxigênio e acompanhamento. Após a etapa de recuperação ainda no hospital, faço a análise da situação e o encaminhamento para fisioterapia respiratória e motora os que ficam com sequelas. Desta forma, evitamos reinternações – contou Mayana.  

De acordo com o prefeito Diogo Balieiro Diniz, o planejamento de longo prazo da gestão municipal inclui acompanhamento psicológico, fisioterapia, tratamento de possíveis sequelas e outros acompanhamentos para pessoas que se recuperaram da doença. Segundo ele, tal suporte da gestão municipal é fundamental para que a doença não traga outros problemas de saúde, sejam emocionais e psicológicos ou físicos.   

– Quando falamos que o setor da Saúde tem sido prioridade para a Prefeitura de Resende, principalmente neste período pandêmico, englobamos todo trabalho que vem sendo feito para melhorar ainda mais o atendimento à população, que é o maior patrimônio da cidade. Toda estruturação feita no setor da Saúde, desde 2017, possibilitou que a Prefeitura capacitasse profissionais, recuperasse unidades, além da aquisição de equipamentos. Embora o Coronavírus tenha devastado muitas famílias, nossa cidade está enfrentando a pandemia com menos danos tendo em vista outros municípios. Tudo isso em função do preparo da rede – disse o prefeito.   

O acompanhamento fisioterápico, por exemplo, é um grande aliado da gestão municipal no tratamento de pacientes que, após a COVID, tiveram sequelas respiratórias ou motoras e necessitam de acompanhamento profissional. Os pacientes que residem em áreas de cobertura das Estratégia Saúde da Família (ESF)são tratados nas unidades por um fisioterapeuta. Já no caso da população de fora desta área de cobertura, o paciente é direcionado ao Centro Municipal de Reabilitação e Hidroterapia, onde um especialista na área dará continuidade ao processo de recuperação.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: