fbpx

Operadoras de planos de saúde são alvo de reclamações na ANS por ‘kit covid’ em dez estados

Acusadas de prescreverem medicamentos sem comprovação científica no tratamento de pacientes com Covid-19, operadoras de planos de saúde estão no centro das investigações na reta final da CPI da Covid no Senado. Desde o início de 2020, Prevent Senior, Hapvida e Unimed receberam ao menos 19 reclamações na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de pacientes sobre temas relacionados a tratamento precoce em dez estados do país. Relatos de profissionais e pacientes das operadoras mostram que havia pressão pelo uso do chamado “kit covid” sem o consentimento de pacientes internados.

De janeiro de 2020 a setembro deste ano, a ANS contabilizou 284 mil reclamações. Desse total, cerca de 15 mil foram queixas relativas à Covid-19. Segundo o presidente da agência, Paulo Rebello Filho, há 38 registros relacionados a 23 operadoras diferentes citando “kit covid”, cloroquina ou hidroxicloroquina, ivermectina ou tratamento precoce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: