Operação choque de ordem da Prefeitura de Petrópolis já expediu quatro autos de infração para comerciantes que desrespeitaram decreto municipal

A Operação Choque de Ordem, implementada pelo governo municipal, já expediu quatro multas para estabelecimentos que não estavam cumprindo o decreto municipal, publicado na segunda-feira (29.03). Nessa quarta-feira (31.03), segundo dia de medidas emergenciais mais restritivas, uma concessionária de carros foi multada em R$ 2 mil pelas equipes de fiscalização por estar funcionando fora da normativa do município. Outros 17 estabelecimentos, como papelarias, lojas de roupas e de artigos de embalagens no Centro receberam intimações para fechar as portas

“Além de desobedecer ao decreto em vigor, o proprietário da concessionária ameaçou a equipe de fiscalização. Esse tipo de comércio não possui nenhum tipo de autorização para funcionar neste momento. As pessoas precisam entender a gravidade da situação. Se cada um fizer seu papel, vamos conseguir reverter o quadro mais rapidamente”, explica a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo. Ela destaca ainda que existe a possibilidade do estabelecimento pode ser interditado. “Não adianta descumprir o decreto. O município está amparado legalmente”, afirma a secretária.  

A equipe da fiscalização também esteve pela manhã na tradicional Feira do Pescado, onde realizaram um trabalho de orientação aos comerciantes.  Espaços comerciais não essenciais flagrados em funcionamento também foram intimados encerrar as atividades. As ações das forças de segurança e órgão da Prefeitura estarão atuando de forma contínua em bairros e nos distritos da cidade para que haja o estrito cumprimento do decreto durante sua vigência.   

As medidas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de terça-feira (30/03), Petrópolis já registrava a morte de 687 pessoas. O número de pessoas internadas em leitos destinados à covid-19 bateu mais um triste recorde na cidade: 341 pessoas. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 88,99% e 99,07% em leitos de UTI. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Procon Petrópolis presta orientação a comerciantes na Feira do Pescado

O Procon Petrópolis também esteve na Feira do Pescado conversando com os comerciantes. O objetivo foi o de prestar orientação aos feirantes na Semana Santa sobre a exposição dos preços, embalagem, manuseio, conservação e pesagem dos alimentos evitando transtornos aos consumidores.

“A nossa presença na Feira do Pescado é no sentido de prestar a melhor orientação aos comerciantes. O que queremos é que tudo funcione em conformidade da lei e da Vigilância Sanitária, assim evitando que o consumidor se sinta prejudicado”, ressaltou Jorge Badia, coordenador do Procon.

Badia explica que os preços precisam estar bem fixados e individualizados. Além disso, o feirante que manuseia o peixe não pode trabalhar no caixa. Uma das maiores queixas recebidas pelo órgão está relacionada a pesagem, já que o pescado não pode estar congelado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: