fbpx

Ônibus Rosa é apresentado à população de Casimiro de Abreu

Sair do Município, e ainda ter que pagar caro por exames de mamografia e ultrassonografia ainda era uma realidade presente para as mulheres casimirenses que precisam de atendimento médico ginecológico.  O problema foi agravado pela pandemia de Covid-19, quando centenas de exames tiveram que ser suspensos. 

 Esta realidade, porém, começa a mudar com o Ônibus Rosa, cuja apresentação pública foi feita na manhã desta terça-feira, dia 14, véspera do aniversário do Município de Casimiro de Abreu. Com o slogan “Amor é o Único Caminho”, o ônibus recebeu quatro pacientes que puderam simular no interior do veículo exames de mamografia e ultrassonografia.

“Não temos como falar do “Outubro Rosa” – mês dedicado à saúde da mulher – sem falar desses exames. Em pouco tempo de Governo, podemos entregar esses serviços e muita coisa para a população de Casimiro de Abreu”, disse o prefeito Ramon Gidalte.  

A Unidade Móvel de Saúde da Mulher tem previsão para começar a funcionar plenamente a partir da próxima segunda-feira, dia 20. Na sexta-feira, dia 17, a partir das 14h, estará em Barra de São João, onde a exemplo de Casimiro, haverá demonstração de exames de mamografia, ultrassonografia e também palestras. 

“O Ônibus Rosa foi licitado para evitar que as pacientes saiam do Município para realizar esses exames fora. A ideia é que a gente chegue em outubro com toda a demanda reprimida zerada”, informou o secretário de Saúde, Ronaldo Steele.  

O sistema de marcação para a realização dos exames será feito pela Central de Controle de Avaliação da Secretaria de Saúde, por meio de encaminhamento médico. Inicialmente, serão atendidas pacientes com marcações de exames em atraso. 

 

O objetivo da Secretaria é que a Unidade de Saúde permaneça três vezes por semana em cada distrito, mas por conta da demanda reprimida o Ônibus ficará nesse primeiro momento três dias da semana em Casimiro e outros três dias em Barra. 

Tendo em vista que o diagnóstico precoce é essencial para a cura da doença, a realização de exames de mamografia será ampliada de 30 por mês para 80 por mês.  

“A mamografia é um exame a qual a mulher precisa de avaliação de um ginecologista. Por isso, a indicação para esse exame não é feita pela Atenção Primária e sim pela média complexidade, ou seja, um especialista”, explicou o secretário.  

Primeira vereadora eleita na história do Município, Fátima Pereira destacou a vinda do Ônibus Rosa como uma conquista para a mulher casimirense. “Este ônibus estará em todos os distritos.  Todas nós merecemos essa conquista”, disse.

Compareceram à solenidade a Primeira Dama do Município, Cileia Gidalte, os vereadores Leo da Bomba, Vitor de Doca, Marcelo Mota, Pedro Gadelha e Fátima Pereira, entre outros.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: