Ônibus no Rio voltam a funcionar com 100% da frota

Os ônibus da cidade do Rio voltarão a funcionar com 100% da sua frota, pelo menos, é o que foi anunciado pela Prefeitura do Rio na última terça-feira (16), em Diário Oficial. A nova resolução conta que o número de passageiros dos meios de transporte públicos deve voltar a aumentar com o retorno progressivo das atividades no Rio, que seguem o plano de retomada após a pandemia.

A determinação, que já está em vigor, vai valer também para o BRT, que também deve voltar a circular de forma mais normalizada e regular pela cidade.

As atividades pela cidade foram paralisadas em março deste ano, devido ao isolamento social. Após isso, a frota dos ônibus e de outros meios de transporte públicos reduziu em 40% visto que as pessoas não estavam mais usando os veículos, por causa do isolamento social. Com a nova determinação do Diário Oficial, essa portaria foi revogada.s atividades pela cidade foram paralisadas em março deste ano, devido ao isolamento social

“Novas medidas estão sendo estudadas e poderão ser adotadas em prol da mobilidade da cidade e do deslocamento seguro dos passageiros no transporte coletivo, seguindo as fases do programa de retomada da Prefeitura”, disse o secretário de Transportes, Paulo Jobim.

A volta dos transportes públicos, no entanto, passará por novas mudanças. Isso porque ações foram criadas para continuar conscientizando a população sobre a contaminação pelo coronavírus. Além disso, novas determinações foram feitas para o retorno da circulação dos ônibus como, por exemplo, verificar se os motoristas dos veículos estão utilizando máscaras, inspecionar a conservação e a higienização dos ônibus, orientar os passageiros a utilizarem os transportes públicos evitando a lotação, verificar o funcionamento das bilheterias e o funcionamento de painéis que informem os horários de chegada dos veículos. Todas essas ações serão fiscalizadas para saber se estão sendo cumpridas. 

“As ações da SMTR seguirão reforçadas para garantir que as determinações da Prefeitura sejam devidamente cumpridas pelos operadores. O objetivo é que a população tenha tranquilidade ao se deslocar de ônibus pela cidade, sabendo que as medidas, além de fiscalizadas, estão sendo reavaliadas com cautela”, disse Allan Borges, subsecretário de Transportes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: