fbpx

Olímpiadas: Isaquias é ouro na canoagem

Além de um lugar seleto na histórica olímpica brasileira, Isaquias Queiroz vai capitalizar ainda mais com a medalha de ouro conquistada neste sábado na prova do C1 1000m na canoagem velocidade no Canal Sea Forest, às margens da baía de Tóquio. O baiano de 27 anos vai receber um bônus robusto pela façanha e uma licença estendida para se recuperar. Ou melhor, para se preparar para os Jogos de Paris, em 2024.

Isaquias Queiroz com a medalha de ouro no C1 1000m — Foto: André Durão/ge

O canoísta vai levar R$ 80 mil apenas da CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem). Também vai ganhar R$ 250 mil do COB (Comitê Olímpico do Brasil). Até mesmo o técnico da seleção nacional, Lauro de Souza Júnior, o Pinda, será agraciado: levará R$ 40 mil da confederação.

Em 2016, depois de subir ao pódio três vezes (duas pratas e um bronze) na Rio 2016, Isaquias faturou R$ 132 mil.

As benesses não acabam por aí. O canoísta e Pinda haviam concordado que, caso a medalha de ouro viesse, ele teria direito a férias bem prolongadas. Mais precisamente, até janeiro de 2021.

– Eu fiz um acordo com ele que ganhando aqui eu só queria vê-lo em janeiro treinando. Ele vai ficar com a família, com o povo dele na Bahia. Logicamente que em um momento vamos retomar o tema e iniciar o treinamento em janeiro – afirmou Pinda.

Isaquias Queiroz é ouro no C1 1000m — Foto: André Durão/ge

Isaquias quer aproveitar as férias para se casar com Laina, com quem tem um filho (Sebastian), viajar para o México e rever os familiares na Bahia. Ele só não tem tanta certeza de que o treinador vai ser bondoso desse jeito.

– Olha que eu vou cobrar, hein? Porque acho que eles vão é me ligar antes e mandar eu voltar – disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: