Obras de drenagem e pavimentação continuam no bairro São Sebastião em Japeri

Até o momento, 90% da implantação das manilhas para a rede de drenagem já foram realizadas

A Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, segue com as intervenções que vão mudar o bairro São Sebastião para melhor. Até o momento as equipes já fizeram 90% da implantação das manilhas para a rede de drenagem e nesta quarta-feira (4) foi iniciado a confecção de calçadas e meios-fios. Além disso, estão previstas para o mês de maio, o início dos serviços de terraplanagem, regularização do subleito e o asfalto nas ruas.

As melhorias no bairro São Sebastião acontecem desde dezembro do ano passado. As obras estão contemplando 11 ruas, que receberão cerca de 3 km de drenagem e pavimentação. As melhorias beneficiarão cerca de 200 famílias que por muito tempo conviveram com enchentes, lama e esgoto a céu aberto. O trabalho é feito com recurso próprio da Prefeitura, no valor de R$6 milhões e tem prazo de 8 meses para ser entregue.

O secretário municipal de Governo, Francisco Nacelio, disse que as obras no Bairro São Sebastião são prioridade e que precisam ser entregues à população o quanto antes. “Queremos entregar as melhorias do bairro São Sebastião o mais rápido possível, pois sabemos o quanto os moradores esperam pelo asfalto na porta. Para garantir que a nossa meta seja alcançada e concluí-las antes do prazo estimado no contrato. Estamos seguindo a determinação da Drª Fernanda Ontiveros”, disse.

Ennis Antônio de Oliveira, de 74 anos, é um dos moradores mais antigos do bairro São Sebastião, e não consegue esconder a emoção de ver a localidade passando por melhorias. O aposentado relata que, depois de tanto tempo, é maravilhoso participar de um momento único e importante para todos os moradores.

“Moro no São Sebastião há 46 anos. Me sinto muito emocionado vendo os caminhões nas ruas, as manilhas sendo colocadas e os meios-fios. Quando me mudei para cá, não tínhamos condução porque o ônibus não entrava, de tão ruim que eram as ruas. Até pensei que morreria e não veria o bairro receber asfalto, mas graças a Deus aqui estou para ver com meus próprios olhos esse momento único e especial”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.