Número de casos de Covid-19 volta a subir na Europa, diz OMS

Depois de 10 semanas em queda, o número de casos de covid-19 voltou a subir na Europa. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o aumento de 10% foi impulsionado pelo aumento de viagens, confraternizações e flexibilização das medidas de restrição social.

A entidade afirma que isso é resultado, também, da rápida propagação da nova variante Delta na região, onde 63% da população ainda está esperando pela primeira dose da vacina.

O Diretor Regional da Europa na OMS, Dr. Hans Henri P. Kluge, disse que haverá uma nova onda da doença, a menos que as regras de distanciamento e higiene sejam seguidas à risca e as pessoas sejam vacinadas o mais rápido possível.

“Atrasos na vacinação custam vidas e economias, e quanto mais devagar vacinarmos, mais variantes surgirão. Vemos muitos países indo bem, mas a verdade é que a cobertura vacinal média na Região é de apenas 24% e, o que é mais grave, metade de nossos idosos e 40% de nossos profissionais de saúde ainda estão desprotegidos”, afirmou em publicação no site da entidade.

O Diretor citou ainda a Eurocopa 2020 e disse que “antes de observarmos nossos jogadores, e antes de todos fazermos as malas e irmos para um merecido descanso perto ou longe de casa” é preciso avaliar os riscos e agir com segurança.

Em entrevista à CNN Brasil nesta 3ª feira (6.jul.2021), a vice-diretora geral da área de medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos da OMS, Mariângela Simão, afirmou que a realização do evento com público tem relação com o aumento de casos da doença, especialmente por causa de variantes como a Delta.

Segundo Mariângela, um país só deve realizar grandes eventos se combinar dois fatores: transmissão comunitária do vírus baixa e uma boa cobertura vacinal.

“Mas uma boa cobertura vacinal, de ao menos 70% da população adulta vacinada, poucos países têm a ponto de deixar a população confortável. É preciso ter também uma boa avaliação de como está a transmissão comunitária nos países que vão participar dos eventos. Caso contrário, você ainda tem grupos de pessoas que não estarão protegidas, podendo transmitir ou ficar doentes”, disse.

VARIANTE DELTA

A variante Delta do coronavírus, detectada pela 1ª vez na Índia, é transmitida com maior velocidade em comparação às outras cepas, segundo a OMS. “É a variante mais rápida e pode facilmente afetar os mais vulneráveis”, disse o diretor de Emergências Sanitárias da OMS, Mike Ryan, em entrevista coletiva realizada junho deste ano.

“Essa variante nos preocupa muito e já está circulando em 92 países”, completou Maria Van Kerkhove, chefe da célula técnica anticovid-19 da OMS.

A organização disse que o relaxamento das medidas restritivas em muitos países pode acentuar o número de casos da doença, uma vez que a ampliação da socialização aumenta as chances da variante Delta ser transmitida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: