Nova mutação do coronavírus é encontrada no Rio de Janeiro

Cientistas do estado do Rio de Janeiro descobriram uma nova linhagem do vírus Sars-CoV-2, responsável por causar a doença do coronavírus. Essa nova variação é derivada de uma linhagem viral que já estava no Brasil e foi descoberta pelo Laboratório de Bioinformática do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), localizado em Petrópolis. 

O estudo mostrou que das 180 amostras do vírus analisadas, cerca de 60% eram do município do Rio e 38 delas apresentaram mutações.

Apesar da informação causar alarde, a estudo não aponta que a nova linhagem do vírus da Covid-19 seja mais agressiva ou transmissível, apenas mostra a descoberta da mutação. No entanto, os pesquisadores explicam que assim como as outras variante já encontradas, não há nenhum indício de que a nova cepa torne as vacinas desenvolvidas menos eficazes.

O trabalho da LNCC, coordenado pela pesquisadora Ana Tereza Vasconcelos, teve parceiro o Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ e entre outras Instituições. O estudo também é parte da Rede Coronaômica, do MCTI, da Rede Fluminense de Ômicas, apoiada pela Faperj, e publicado no site do LNCC e analisado pela medRxiv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: