Nova Iguaçu vai sediar 1ª Olimpíada da Melhor Idade

“Já comecei a me preparar para os jogos, pois quero fazer bonito. Essa olimpíada vai mostrar que a pessoa mais velha não deve se entregar ao sedentarismo”. A empolgação é da aposentada Nena Gomes, de 63 anos, que vai participar da 1ª Olimpíada da Melhor Idade de Nova Iguaçu, que acontece no próximo sábado (29), na Vila Olímpica. A expectativa é atender cerca de 400 pessoas da faixa etária de 55 a mais de 70 anos. O objetivo dos jogos, que devem começar a partir das 8h30, é ampliar as possibilidades de inclusão da pessoa idosa no meio familiar e social, através da prática desportiva e das manifestações da cultura, proporcionando-lhe bem estar físico, mental e social.

A Olimpíada possibilita um envelhecimento saudável através dos esportes, além do resgate da cultura através das danças, da música, integração as instituições e grupos de idosos, assim como promover a troca de experiências entre os atletas e participantes. Ao todo, serão oito modalidades: corrida de revezamento, bola ao cesto, chute a gol, peteca, voleibol adaptado, corrida em estafeta e jogos de tabuleiro como damas, xadrez e dominó, além de lançamento de pelota. Ainda haverá medalha de participação para todos os atletas.

“É um evento importante para a cidade, pois é o primeiro com esse público onde desenvolvemos atividades físicas. Vamos melhorar sua funcionalidade e gerar integração social para este grupo, além estimular as pessoas e reduzir o sedentarismo”, afirmou o subsecretário de Esporte e Lazer, Rafael Reina.

Moradora de Austin, Nena Gomes, vai disputar as modalidades de peteca e bola ao cesto. Ela afirma que já está treinando para os jogos. “Treino peteca em casa e bola ao cesto na Vila para ganhar de todos. Já caminho e faço hidroginástica, pois cada vez mais quero me dedicar ao esporte”, afirmou a competidora.

Para melhor controle e organização do evento, o atleta com sua equipe inscrita deve escolher uma cor para representar seu time. Cada competidor vai receber um kit com camiseta, bandana, ou pulseira, medalha, garrafas d’água, biscoito água e sal, guaraná natural e barra de cereal. Haverá uma ambulância e uma equipe de enfermagem para prestar atendimento caso seja necessário.

Segundo o secretário de Esporte e Lazer, Alexandre Batista, das cerca de mil pessoas que frequentam diariamente a Vila Olímpica, 30% delas é da faixa etária que vai participar dos jogos deste sábado.

Outro atleta que já está treinando para os jogos é o aposentado José Roberto Vicente, 74. Morador da Lagoinha, o idoso que vai participar da corrida de revezamento, disse que o esporte tem o ajudado a manter a pressão estabilizada.

“Antes sofria com a pressão alta, mas desde que passei a praticar esporte regularmente, não tenho ficado doente. De segunda a quarta-feira já faço alongamento localizado e hidroginástica no Esmuti (Espaço Municipal da Terceira Idade de Nova Iguaçu), mas quero fazer ainda mais: meu desafio maior será participar da corrida de revezamento. Minha qualidade de vida mudou e quero incentivar minha esposa e filhos a praticarem algum esporte”, contou.

Saúde mental também faz parte dos jogos

Já a moradora da Chacrinha, Neuza Gonzales Rodrigues, 81, vai disputar os jogos usando apenas a mente.

“Vou testar se minha concentração e raciocínio estão em dia, participando dos jogos de tabuleiro, como o de damas. A Olimpíada vai estimular muita gente da melhor idade a largar a televisão e vir à Vila para buscar algum esporte”, lembrou.

Para se inscrever na 1ª Olimpíada da Melhor Idade de Nova Iguaçu, basta acessar o site da Prefeitura e clicar no link http://www.novaiguacu.rj.gov.br/semel/olimpiada-da-3a-idade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: