fbpx

Nova Iguaçu sedia Fórum de Desenvolvimento Econômico da Baixada

União. Esta foi a palavra mais repetida durante o Fórum de Desenvolvimento Econômico da Baixada Fluminense, realizado na manhã desta sexta-feira (10), no Centro Social São Vicente (antigo Patronato), em Nova Iguaçu. O evento reuniu representantes de 11 dos 13 municípios da Baixada – somente Duque de Caxias e Guapimirim não estiveram presentes – e teve como objetivo debater propostas que favoreçam o desenvolvimento econômico da região.

O Fórum – uma iniciativa da Assessoria Especial de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Nova Iguaçu – foi conduzido pelo assessor especial Mário Lopes. Representantes de cada um dos municípios presentes tiveram a oportunidade de falar aos convidados e pregaram a união entre os gestores como forma de fortalecer o desenvolvimento econômico da Baixada como um todo.

“Conversei com o prefeito Rogerio Lisboa e ele prontamente atendeu ao meu pedido para a realização deste fórum, entendendo a importância de nos unirmos em prol do desenvolvimento da Baixada Fluminense. A palavra “união” vai nortear este fórum. Nossa região não pode mais ser vista de forma separada, com cada município cuidando do seu problema. Até porque muitos problemas são comuns, como a mobilidade urbana e o desemprego, por exemplo. Nossa união será primordial para que a gente possa alcançar benefícios para todos”, destacou Mário Lopes.

A primeira reunião dos representantes municipais também serviu para eleger a diretoria do Fórum de Desenvolvimento Econômico da Baixada. Victor Benezath, secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Itaguaí, foi escolhido presidente. Mário Lopes é o vice-presidente. Alex Villela, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Seropédica, e Eduardo Amorim, secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Nilópolis, são os primeiro e segundo secretários, respectivamente.

Logo após a eleição, o presidente Victor Benezath destacou a importância de questões políticas serem deixadas de lado para que os governantes possam pensar juntos o desenvolvimento da Baixada Fluminense. “Nossa região é um importante bloco econômico dentro do estado do Rio e nossa palavra de ordem, inclusive entre os prefeitos, é “integração”. Se cada um seguir seu caminho de forma dissociada e com políticas independentes, nós iremos passar mais uma década sem chegar a lugar algum”, afirmou Benezath.

O fórum foi realizado com todas as medidas sanitárias necessárias para o combate à Covid-19, como distanciamento entre as mesas, utilização de álcool-gel e uso obrigatório de máscaras. O próximo encontro será realizado em Itaguaí, em data ainda não definida. O objetivo é promover novos debates e realizar um grande fórum no dia 30 de abril de 2022, Dia da Baixada Fluminense, para apresentar as pautas sugeridas ao longo deste período e buscar formas de colocá-las em prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: