Niterói é selecionada para integrar plataforma de boas práticas relacionadas à Primeira Infância no Brasil e América Latina

A Prefeitura de Niterói teve dois projetos selecionados para integrar uma plataforma de boas práticas relacionadas à Primeira Infância em cidades do Brasil e da América Latina, desenvolvida pelo Instituto de Arquitetos do Brasil/Urban95. Concebidos por equipes multisetoriais, os projetos de Niterói, “Rota Caminhável do Barreto” e “Pré-Natal do Trânsito” foram escolhidos por meio de chamamento público para fazer parte da plataforma Arbo.

O objetivo da iniciativa é desenvolver, implementar e ampliar soluções inovadoras e sustentáveis de mobilidade e espaço público, com foco no desenvolvimento de crianças entre zero e 6 anos através da incorporação do conceito de primeira infância nas estratégias de planejamento urbano e na construção de edificações implementadas pela cidade.

Niterói já integra a rede internacional Urban, uma iniciativa para desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de zero a 6 anos. Estes dois projetos integram um conjunto de iniciativas que começaram a ser idealizadas na cidade. Tudo começou em 2020, quando o Município passou a integrar a Urban95, ação internacional, da Fundação Bernard Van Leer, com o objetivo de formar uma rede brasileira pela Primeira Infância.   

Estudos mostram que é na Primeira Infância, de 0 a 6 anos, que as crianças adquirem capacidades de aprendizado, sociabilidade e afetividade que serão levadas para toda a vida. Levantamentos apontam que o investimento na educação infantil gera retorno social muito maior do que em outras etapas, como o ensino médio ou superior. Ainda em desenvolvimento, o cérebro das crianças tem alta capacidade de absorção e resposta aos estímulos, o que torna o aprendizado extremamente duradouro.

Responsável pelo Escritório de Gestão de Projetos da Prefeitura de Niterói, Valéria Braga, conta que a Rede Urban 95 trouxe um olhar diferenciado e mais cuidadoso para a primeira infância em Niterói. Ela destaca ainda que a ação também proporcionou capacitações, eventos internacionais, seminários e parcerias, o que promoveu uma formação ampliada dos servidores da Prefeitura.

“Vários projetos foram iniciados de forma intersetorial, fazendo com que as ações fossem integradas e seus impactos, ampliados. Essa abordagem proporcionou a criação de projetos inovadores, com foco nesse público, como os dois que foram inseridos no banco de boas práticas do IAB. A Rota Caminhável do Barreto e o Pré-Natal do Trânsito poderão inspirar outros municípios em seus projetos, e Niterói permanece aprendendo e contribuindo nessa rede tão importante para a garantia de direitos desse público”, enfatiza Valéria Braga.

Os dois projetos escolhidos pela Urban95 e o IAB integram um esforço do município para idealizar iniciativas voltadas para mudança de comportamento, meio ambiente, mobilidade e urbanismo. 

Arquiteta e urbanista da Coordenadoria Niterói de Bicicleta, Helena Porto explica que o projeto “Rotas Caminháveis” propõe a criação de um trajeto lúdico e interativo para a primeira infância, proporcionando a caminhabilidade e acessibilidade em um espaço público saudável, seguro para brincar e explorar, e que incentiva as interações e apropriação do espaço urbano.

“Nosso planejamento inclui a priorização de alguns territórios e a participação da comunidade, especialmente crianças, na formatação das intervenções. O projeto piloto será realizado no Barreto, Zona Norte de Niterói, e a ideia é que possa ser replicado em diversas localidades da cidade e, inclusive, servir como referência para outras cidades”, conta Helena Porto. 

Diretora da Secretaria de Urbanismo e Mobilidade, Betina Araújo defende que pensar em uma cidade voltada para a infância é pensar também em uma cidade inclusiva para todos.

“Tentamos sempre pensar iniciativas inclusivas, que promovam o uso e o conforto dos espaços públicos, mas esse é um projeto que nos proporcionou um olhar diferenciado para os espaços, pensado para um melhor desenvolvimento das crianças, através da utilização de um urbanismo mais lúdico, com cores, texturas, mobiliários interativos, arte e pinturas, proporcionando, assim, caminhos e áreas de permanência mais interativos, que possibilitam o aprendizado e o conforto das crianças”, destaca Betina.  

O presidente da NitTrans, Gilson Souza, explica que o “Pré-Natal no Trânsito” é uma iniciativa inédita de Educação Para o Trânsito que promoverá treinamento a profissionais de saúde para que eles levem informações às gestantes da cidade. 

“A importância deste programa está em conscientizar as futuras mães sobre o uso correto do cinto de segurança nos diferentes estágios da gravidez e, também, sobre direção defensiva, mobilidade segura e instalação correta de cadeirinhas de bebê, entre outras medidas de segurança no trânsito”, adianta.  

Coordenadora do Departamento de Educação para o Trânsito da NitTrans, Priscilla Lundstedt Rocha defende que lesões causadas pelos acidentes de trânsito constituem também sério problema de saúde pública, gerando mais custos humanos e sociais. 

“Muitas dessas lesões e mortes podem ser prevenidas por dispositivos de segurança. Com este projeto, teremos uma maior conscientização e comunicação sobre a gestação e o trânsito através do pré-natal. Gestantes serão multiplicadoras da informação e esse comportamento irá estimular uma gravidez mais segura”, diz. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: