Nenê perde pênalti e Fluminense empata com o São Paulo em sua estreia no Brasileiro

Com moral após a vitória por 3 a 1 sobre o River Plate na última terça-feira, o Fluminense viveu uma estreia de Brasileirão com cara de Libertadores no Morumbi. Em noite de catimba, jogo pegado e chegadas em erros do adversário, o tricolor carioca empatou em 0 a 0 com o São Paulo de Crespo.

Mais ligado na partida, o Fluminense conseguiu encontrar os espaços que um São Paulo desfalcado de Daniel Alves e Benítez deixava quando tentava se organizar no meio. Os primeiros 20 minutos foram de domínio tricolor carioca, que chegou com muito perigo e velocidade com Abel Hernández e Caio Paulista.

Substituto de Fred, poupado da viagem , o uruguaio foi o personagem que iniciou um dos principais momentos da partida. Abel foi derrubado na área por Igor Vinícius, em penalidade para o Flu.

O lance, confirmado pela checagem do VAR, gerou polêmica pelo momento da cobrança. Jogadores do São Paulo ficaram à frente de Nenê, que tomou distância para fora da grande área. Após minutos de catimba, o camisa 77 acabou desperdiçando a penalidade, defendida por Volpi. No intervalo, lamentou o episódio:

— Ficaram na minha frente, não deixaram fazer minha passada. Ele (Miranda) foi inteligente, disse que podia me atrapalhar fora da área e o juiz foi na dele. Acabei perdendo a passada e não consegui fazer a parada.

O lance esfriou a partida, que só ganhou em emoção com Gabriel Teixeira, no início da segunda etapa. Biel recebeu lindo lançamento de Martinelli, e sua finalização morreu de mansinho na trave após tocar em Volpi, que cresceu no lance.

O São Paulo adiantou as linhas, mas não conseguiu furar a organização carioca. Nos últimos minutos do jogo, as equipes se abriram e tentaram, sem sucesso, tirar o zero do placar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: