Muros de São Januário, estádio do Vasco, amanhecem pichados com ameaças à 777

Os muros de São Januário, estádio do Vasco, amanheceram com pichações em protesto contra a 777 Partners, a SAF e o CEO Lúcio Barbosa. Segundo relatos, as pichações foram feitas na madrugada desta terça-feira. Pela manhã, os funcionários do clube já estavam pintando os muros novamente.

Com adesivos e palavras de ordem contra a empresa norte-americana, que controla as ações da SAF vascaína, torcedores do Vasco pediram a saída da 777 Partners e ameaçaram o CEO do clube.

O clima na torcida é de protesto após a derrota para o Criciúma, em São Januário, por 4 a 0, no último sábado. Após a partida, Ramón e Emiliano Díaz foram demitidos. Organizadas do Vasco entraram no CT Moacyr Barbosa nesta segunda-feira e cobraram jogadores e direção da SAF sobre a postura dos atletas em campo e pediram reforços ao departamento de futebol.

Muros de São Januário, estádio do Vasco, amanhecem pichados contra o CEO Lúcio Barbosa — Foto: Reprodução

Os torcedores também protestaram contra os gastos do Vasco na janela de transferências. Frases como “200 milhões para o que?” e “o Vasco não precisa de vocês” foram escritas.

Veja imagens

 

São Januário, estádio do Vasco, amanhece com protestos contra 777 — Foto: Reprodução

São Januário, estádio do Vasco, amanhece com pichações contra 777 — Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *